Por quarentena de clubes italianos, Mancini convoca 41 jogadores para seleção - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Por quarentena de clubes italianos, Mancini convoca 41 jogadores para seleção

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O técnico Roberto Mancini anunciou neste sábado uma lista de 41 jogadores para as próximas partidas da seleção da Itália. O número elevado se deve a casos positivos de covid-19 em seis times do país, que obrigaram os elencos a ficar em isolamento.

Os clubes atingidos foram Fiorentina, Genoa, Inter de Milão, Lazio, Roma e Sassuolo. Ao todo, 16 atletas dessas equipes foram convocados, mas só poderão se apresentar quando houver liberação das autoridades de saúde.

Mancini também está infectado pelo novo coronavírus e deve ficar de fora do amistoso contra a Estônia, na próxima quarta-feira, e das partidas decisivas da Liga das Nações da Uefa diante da Polônia (15) e da Bósnia-Herzegovina (18). Segundo informou a federação italiana (FIGC, na sigla em italiano), o treinador está assintomático e cumpre isolamento em casa, em Roma.

Entre os 41 nomes da lista, há duas novidades: o lateral-direito Davide Calabria, do Milan, e o meia Matteo Pessina, da Atalanta, que receberam a primeira convocação para a seleção principal. As outras surpresas ficaram por conta do lateral-esquerdo Criscito (Genoa), do meia Roberto Soriano (Bologna) e do atacante Pellegri (Monaco), que não haviam marcado presença nas listas mais recentes.

Dois ítalo-brasileiros também foram chamados por Mancini, ambos do Chelsea. Já habituais nas convocações, o lateral-esquerdo Emerson Palmieri e o volante Jorginho farão parte do elenco disponível nas próximas três partidas. A Itália está em segundo lugar no Grupo 1 da Liga das Nações, com seis pontos, e precisa ultrapassar a Polônia (sete) para avançar às semifinais da competição.

Confira a lista completa dos convocados para a seleção da Itália:

Goleiros - Alessio Cragno (Cagliari), Gianluigi Donnarumma (Milan), Alex Meret (Napoli) e Salvatore Sirigu (Torino);

Defensores - Francesco Acerbi (Lazio), Cristiano Biraghi (Fiorentina), Leonardo Bonucci (Juventus), Davide Calabria (Milan), Domenico Criscito (Genoa), Danilo D'Ambrosio (Inter de Milão), Giovanni Di Lorenzo (Napoli), Emerson Palmieri (Chelsea-ING), Alessandro Florenzi (Paris Saint-Germain-FRA), Gianluca Mancini (Roma), Angelo Ogbonna (West Ham-ING), Luca Pellegrini (Genoa), Alessio Romagnoli (Milan) e Leonardo Spinazzola (Roma);

Meio-campistas - Nicolò Barella (Inter de Milão), Gaetano Castrovilli (Fiorentina), Bryan Cristante (Roma), Roberto Gagliardini (Inter de Milão), Jorginho (Chelsea-ING), Manuel Locatelli (Sassuolo), Lorenzo Pellegrini (Roma), Matteo Pessina (Atalanta), Roberto Soriano (Bologna) e Sandro Tonali (Milan);

Atacantes - Andrea Belotti (Torino), Domenico Berardi (Sassuolo), Federico Bernardeschi (Juventus), Francesco Caputo (Sassuolo), Federico Chiesa (Juventus), Stephan El Shaarawy (Shanghai Shenhua-CHN), Vincenzo Grifo (Freiburg-ALE), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli), Moise Kean (Paris Saint-Germain-FRA), Kevin Lasagna (Udinese), Riccardo Orsolini (Bologna) e Pietro Pellegri (Monaco-FRA).

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Por quarentena de clubes italianos, Mancini convoca 41 jogadores para seleção"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.