Esportes

Palmeiras registra receita recorde e superávit de R$ 123 milhões em 2021

Da Redação ·

O Palmeiras divulgou dados preliminares referentes ao seu desempenho financeiro na temporada passada. Segundo o relatório apresentado, o clube registrou receita recorde, de pouco mais de R$ 900 milhões, e obteve um superávit de R$ 123 milhões no ano passado. Os números detalhados serão divulgados até o dia 30 de abril, prazo estipulado pela Lei Pelé para os clubes apresentarem seus resultados financeiros

continua após publicidade

O Palmeiras alcançou arrecadação recorde no departamento de futebol: R$ 900.250.769,81. A quantia é consideravelmente superior aos números que o clube apresentou em 2020, quando registrou R$ 568.887.815,32. Houve um pequeno aumento em relação às despesas, de R$ 656 milhões para R$ 695 milhões.

O aumento significativo na receita é resultado das premiações com os dois títulos da Libertadores conquistados em temporadas diferentes, mas no mesmo ano em virtude da pandemia, que esticou a temporada de 2020 até o início de 2021. Portanto, foram computadas no balancete financeiro as premiações pagas pela conquista em cima do Flamengo, em novembro passado, e também diante do Santos, em janeiro.

continua após publicidade

Também entram na conta o prêmio referente à conquista da Copa do Brasil de 2020 e a arrecadação com o Campeonato Brasileiro de 2021, além dos valores referentes aos direitos de transmissão.

Em 2020, o clube registrou um déficit de R$ 151 milhões. Grande parte desse prejuízo tem relação com a pandemia da covid-19, que fechou os portões dos estádios. Sem torcida no Allianz Parque, o Palmeiras perdeu uma parte considerável de seus ganhos, que envolvem também a venda de camisas do time. Em 2021, o déficit caiu para R$ 123 milhões. Espera-se que, com os torcedores na arena palmeirense, esse déficit seja revertido.