Esportes

Palmeiras pega Cerro Porteño e Corinthians reencontra o Boca Jrs na Libertadores

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Os confrontos das oitavas de final da Copa Libertadores foram definidos nesta sexta-feira. Atual campeão, o Palmeiras enfrenta o paraguaio Cerro Porteño, enquanto o Corinthians volta a duelar com o Boca Juniors, rival da primeira fase. Também teremos Libertad-PAR x Athletico-PR, Flamengo x Tolima-COL, River Plate-ARG x Vélez-ARG, Atlético-MG x Emelec-EQU, Colón-ARG x Talleres-ARG e Estudiantes-ARG x Fortaleza.

continua após publicidade

Há chance de três confrontos brasileiros já nas quartas de final caso os representantes do País avancem. O Palmeiras teria o Atlético-MG pela frente, com Flamengo podendo encarar o Corinthians e o Athletico-PR no caminho do Fortaleza. As partidas das oitavas serão disputadas entre 29 de junho e 6 de julho, mas as datas e os horários ainda não foram definidos.

Os vencedores de cada grupo terão o privilégio de decidir a fase oitavas de final como mandantes diante dos vice-líderes das chaves. Dono da melhor campanha, o Palmeiras vai definir em casa em todos os duelos até a semifinal. O sorteio também definiu todo o chaveamento até a decisão, que será disputada em Guayaquil, no Equador, em jogo único.

continua após publicidade

Os times brasileiros seguem mantendo o seu domínio no futebol sul-americano nos últimos anos, a exemplo das três últimas edições da Libertadores, vencidas por Flamengo (2019) e Palmeiras (2020 e 21). Mas os clubes argentinos levantaram 25 vezes o troféu da competição, quatro a mais que o Brasil. Palmeiras, Atlético-MG, Flamengo, Athletico-PR, Corinthians e Fortaleza podem trazer o troféu mais uma vez para o País.

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, fez um pronunciamento gravado condenando os casos de racismo praticados por torcedores em jogos das suas competições (foram oito contra brasileiros). A entidade anunciou recentemente uma mudança no seu código disciplinar para endurecer as penas nos casos de discriminação.

"O futebol nos aproxima, nos une. Um dos grandes valores é o respeito ao adversário. Podemos competir sim, mas não podemos permitir a discrminação e o racismo. Sejamos intolerantes com essa cultura. Todos nós somos responsáveis. Vamos mostrar que a América do Sul não é o que certas pessoas equivocadas mostram".

continua após publicidade

Veja os confrontos das oitavas de final da Libertadores

Libertad-PAR x Athletico-PR

Flamengo x Tolima-COL

continua após publicidade

River Plate-ARG x Vélez-ARG

Atlético-MG x Emelec-EQU

continua após publicidade

Palmeiras x Cerro Porteño-PAR

Colón-ARG x Talleres-ARG

Boca Juniors-ARG x Corinthians

Estudiantes-ARG x Fortaleza