Esportes

Palmeiras e Fortaleza ficam no 0 a 0 em jogo encerrado por apagão no Castelão

Glauco de Pierri (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Em um jogo que não terminou por conta de um apagão de energia na Arena Castelão, Fortaleza e Palmeiras entraram em campo com realidades bem diferentes e não conseguiram sair do 0 a 0. O empate sem gols, é verdade, pode ser creditado ao ótimo desempenho dos dois goleiros, Fernando Miguel e Weverton. Do lado alviverde, o time começou o jogo como líder do Campeonato Brasileiro, classificado para as quartas de final da Libertadores e a poucos dias de decidir em casa, no clássico contra o São Paulo, quem é que avança na Copa do Brasil.

continua após publicidade

Do lado do time cearense, o cenário era mais "dolorido": eliminado na Libertadores no meio de semana, o time amargava a lanterna do torneio nacional e vai decidir quem avança no mata-mata da Copa do Brasil na próxima quarta-feira - ao menos, a equipe está com uma boa vantagem no clássico com o rival Ceará após a vitória no jogo de ida por 2 a 0.

O destaque negativo da partida foi a própria Arena Castelão. Primeiro, o gramado está em péssimas condições, que atrapalharam o desenvolvimento da partida. Outro problema grave foi no fim do jogo - aos 44 minutos, um apagão elétrico atingiu a arena, paralisando a partida. Informado pela administração do estádio que a energia não seria restabelecida, o árbitro Wilton Sampaio determinou o encerramento da partida.

continua após publicidade

O primeiro tempo foi bem disputado e não parecia um confronto entre o líder e o último colocado. Logo aos dois minutos de jogo, José Welison bateu firme de fora da área e fez um lindo gol após passe de Romarinho. Contudo, o gol foi bem anulado pelo VAR (Árbitro de Vídeo), já que na origem da jogada Matheus Vargas tocou com a mão na bola.

Os cearenses dominavam a partida e até apresentavam um futebol de rápida transição para o ataque. Aos 16, foi a vez de Moisés perder grande chance de abrir o placar para os mandantes, mandando a bola na trave, em um lance em que em campo nada foi marcado pela arbitragem, mas Yago Pikachu estava em posição de impedimento no início da jogada.

O Palmeiras chegou com perigo pela primeira vez aos 21 minutos. Wesley foi à linha de fundo, cruzou para trás e Rony bateu para o gol, mas a bola desviou na marcação e saiu pela linha de fundo.

continua após publicidade

O Fortaleza voltou a colocar carga aos 25, quando Romarinho bateu para o gol, mas Weverton conseguiu defender com segurança. Aos 37, após erro da defesa do palmeirense, Moisés ficou livre e caminhou sozinho para o gol, entrou na área e bateu firme, para mais uma ótima defesa do goleiro Alviverde.

Depois, no fim da primeira etapa, Wesley ainda quase abriu o placar de cabeça, após cruzamento de Rony, mas a bola saiu pela esquerda do gol defendido por Fernando Miguel.

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo e se não fosse pela excelente atuação dos dois goleiros nos primeiros dez minutos o primeiro gol do jogo teria saído para um dos dois times. Aos sete minutos, após cobrança de escanteio, Zé Rafael cabeceou da pequena área mas Fernando Miguel salvou o Fortaleza. Um minuto depois, foi a vez de Wesley arriscar de fora da área para mais uma defesa segura do goleiro do time cearense.

continua após publicidade

Aos nove minutos, foi a vez de Weverton salvar o Palmeiras. Yago Pikachu foi lançado por Felipe e em condição legal, bateu forte, mas o goleiro alviverde conseguiu evitar o primeiro gol do jogo.

O jogo ficou um pouco mais truncado com o passar do tempo. Abel Ferreira mandou a campo Raphael Veiga e Breno Lopes, enquanto do outro lado Yago Pikachu ia acumulando chances perdidas. Aos 26, mais uma vez ele fez boa tabela e entrou sozinho pela direita, mas tentou o chute de bico e a bola foi para fora.

continua após publicidade

Aos 31 foi a vez do Palmeiras perder uma chance incrível. Após lançamento para o ataque, Rony se esticou e conseguiu tocar de cabeça para Breno Lopes, que saiu de frente para o gol, sozinho, e bateu rasteiro, mas Fernando Miguel saiu muito bem e conseguiu defender. No lance, Rony sentiu dores na coxa esquerda e foi substituído por Gabriel Silva.

Depois de mais uma bola venenosa de Gustavo Scarpa quase surpreender o Fortaleza, o time do Ceará partiu para um último sprint para tentar a vitória, mas faltando poucos segundos para completar os 45 minutos do segundo tempo, um apagão atingiu a Arena Castelão, paralisando a partida.

Após esperar por 30 minutos, a arbitragem decidiu encerrar a partida, decretando o empate por 0 a 0. Desta forma, o Palmeiras segue líder e o Fortaleza continua na última posição do Campeonato Brasileiro.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 0 X 0 PALMEIRAS

FORTALEZA: Fernando Miguel; Habraão, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Felipe, José Welison, Matheus Vargas (Hércules) e

continua após publicidade

Lucas Crispim; Romarinho e Moisés (Depietri). Técnico: Juan Vojvoda.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Murilo e Piquerez;

Danilo, Zé Rafael (Atuesta) e Gustavo Scarpa; Dudu (Raphael Veiga), Rony (Gabriel Silva) e Wesley (Breno Lopes). Técnico: Abel Ferreira.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS - Rony.

RENDA - R$ 848.958,00

PÚBLICO - 24.888 pagantes.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza.