Esportes

Palmeiras descarta lesão grave e confirma dores musculares em Piquerez

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Poucas horas após recuperar a liderança do Brasileirão, o Palmeiras tranquilizou sua torcida sobre as condições físicas de Joaquín Piquerez. O lateral-esquerdo apresenta dores musculares na coxa esquerda, sem apresentar lesão grave. O uruguaio preocupava o time e a torcida desde que deixou o gramado com dores, na noite de segunda-feira.

continua após publicidade

O clube paulista informou nesta terça-feira que Piquerez apresenta quadro de mialgia na coxa esquerda. O problema não é grave, mas ainda pode deixar o lateral fora da próxima partida, contra o América-MG, na quinta, fora de casa, novamente em rodada do Brasileirão.

Se for cortado, o uruguaio deve ser substituído novamente por Vanderlan, como aconteceu durante o segundo tempo da vitória sobre o Cuiabá na noite de segunda. Jorge, opção imediata para a lateral-esquerda, ainda trata um problema no joelho e ainda não deve ser liberado para voltar ao time nesta semana.

continua após publicidade

Nesta terça, Piquerez fez apenas trabalhos regenerativos no CT do Palmeiras, assim como os demais jogadores que estiveram em campo por ao menos 45 minutos, na noite de segunda. Os demais foram ao gramado para atividades técnicas, de posse de bola, trocas de passes e um duelo de nove contra nove em campo reduzido.

Quem esteve no treino técnico foram Merentiel e López, reforços mais recentes do clube paulista. O primeiro já está inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e pode estrear pela equipe. López ainda esperar ser regularizado para poder jogar sua primeira partida pela equipe.

DE CALCANHAR

continua após publicidade

Peça fundamental no ataque do Palmeiras, Dudu comentou nesta terça sobre a performance do time na segunda. E fez questão de destacar os passes de calcanhar que estão se tornando sua marca nesta temporada.

"Os zagueiros e as defesas adversárias não esperam muito o passe de calcanhar e isso acaba nos ajudando. Eu faço muito nos treinos e procuro fazer nos jogos também. Ontem (segunda)foi até muito, foram cinco passes de calcanhar e só um que o zagueiro conseguiu cortar. É um recurso, um algo a mais para poder surpreender as zagas que vêm jogando muito fechadas contra a gente", comentou.

O atacante também lembrou do entrosamento com Piquerez pelo lado esquerdo. "Os meus companheiros já se acostumaram, principalmente quando estou pelo lado esquerdo. Eu e o Piquerez estamos fazendo uma boa dupla, mas também conseguia fazer quando jogava do outro lado, com o Rocha e o Veiga. Atualmente, com o Piquerez, a gente vem se entrosando para concluir as jogadas de linha de fundo que o Abel (Ferreira) pede", afirmou.