Esportes

Náutico marca nos acréscimos e empata com o Guarani nos Aflitos pela Série B

Da Redação ·

Com um gol aos 49 minutos do segundo tempo, o Náutico buscou o empate por 1 a 1 com o Guarani nesta terça-feira à noite pelo encerramento da quinta rodada da Série B do Brasileiro. O resultado acabou sendo justo, porque depois de ser dominado no primeiro tempo, o time pernambucano comandou a fase final e perdeu inúmeras chances de gols antes de igualar o marcador.

continua após publicidade

O resultado levou o Náutico aos sete pontos, na sétima posição. Com cinco, o Guarani deixou a zona de rebaixamento. Agora aparece em 15º lugar.

O bicampeão pernambucano entrou em campo com sua força máxima, o que seria um alento a mais para a torcida. E começou bem, quase abrindo o placar aos seis minutos. Cruzamento de Niltinho na cabeça de Léo Passos, que desviou e o goleiro Maurício Kolzinski rebateu antes de a defesa aliviar.

continua após publicidade

Apesar da falha na jogada aérea, o Guarani marcava bem o adversário, impedindo que fossem exploradas as laterais do campo e, por consequência, evitando os cruzamentos. Mais à vontade em campo, os paulistas acertaram o travessão em um chute longe de Júlio César. O goleiro Lucas Perri só ficou no golpe de vista.

Mas, aos 20 minutos, o goleiro se viu frente a frente com Bruno José. O atacante recebeu passe milimétrico de Eduardo Person e bateu rasteiro fora do alcance do goleiro. Nesta altura, o time da casa se irritava acompanhado pelas vaias da torcida. Até acontecer um fato diferente. Atrás do gol, o reserva Leandro Carvalho reclamou do árbitro e recebeu o cartão amarelo. Depois, bateu palmas, de forma irônica, e recebeu o vermelho. Deixou o campo quieto e debaixo de vaias e gritos de burro.

Aos 41, o time paulista poderia ter ampliado quando Júlio César apareceu na área, pelo lado direito. Mas o chute saiu fraco e na pequena área e Thássio aliviou.

continua após publicidade

Na volta do intervalo, o técnico Roberto Fernandes fez mudanças no Náutico. Colocou o lateral Victor Ferraz e o atacante Pedro Vitor, reforçando seu lado direito. Saíram Thássio e Niltinho. De outro lado, o Guarani perdeu dois jogadores machucados: o volante Rodrigo Andrade e o atacante Júlio César. As entradas de Índio e de Ronald não funcionaram bem, o Náutico voltou mais intenso, empurrou o Guarani no seu campo de defesa e passou a criar chances de gols.

Léo Passos assustou aos cinco e aos 23 minutos, contudo a grande chance de empate esteve nos pés de Rhaldney aos 21. Dentro da área ele driblou um marcador e chutou para o gol, porém, a bola tocou em Maurício Kozlinski. O massacre continuou, com Léo Passos cabeceando na trave direita.

No único contra-ataque efetivo, o Guarani perdeu a chance de ampliar. Ronald foi lançado em velocidade a poucos metros na frente do meio-campo ganhou a dividida com o goleiro Lucas Perri, que saiu desesperado do gol. O atacante carregou a bola e, ao invés de chutar, tentou o passe para Bruno José, dentro da área. Ralph interceptou no meio do caminho.

continua após publicidade

O Náutico insistiu e outra vez deu azar. Aos 24, Victor Ferraz cruzou rasteiro e Ralph carimbou o travessão. Três minutos depois, o Guarani teve outra chance de matar o jogo num contra-ataque com Yago. Ele demorou para finalizar e acabou bloqueado.

De tanto insistir, o Náutico empatou aos 49 minutos. Após levantamento da direita, o goleiro Kolzinski tentou dar um soco e errou. A bola tocou na cabeça de Amarildo e entrou, deixando tudo igual.

continua após publicidade

Pela sexta rodada, o Náutico vai enfrentar o Vila Nova-GO, sexta-feira, às 19h, em Goiânia. O Guarani só entra em campo no domingo, às 16h, no Brinco de Ouro, diante do seu maior rival, a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 X 1 GUARANI

continua após publicidade

NÁUTICO - Lucas Perri; Thássio (Victor Ferraz), Carlão, Bruno Bispo e Júnior Tavares; Rhaldney, Eduardo (Ralph) e Jean Carlos; Niltinho (Pedro Victor), Léo Passos (Amarildo) e Luis Phelipe (Ewandro). Técnico: Roberto Fernandes.

GUARANI - Maurício Kozlinski; Diogo Mateus, João Victor, Ronaldo Alves e Matheus Pereira (Eliel); Leandro Vilela, Rodrigo Andrade (Índio) e Eduardo Person (Derlan); Bruno José (Yago), Nicolas Careca e Júlio César (Ronald). Técnico: Daniel Paulista.

GOLS - Bruno José, aos 20 minutos do primeiro tempo; Amarildo, aos 49 do segundo.

continua após publicidade

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

CARTÕES AMARELOS - Carlão (Náutico); Matheus Pereira, Diogo Mateus e Eduardo Person (Guarani).

CARTÃO VERMELHO - Leandro Carvalho (Náutico).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 4.294 pagantes.

LOCAL - Estádio dos Aflitos, no Recife.