Esportes

Não vacinado, Djokovic anuncia ausência nos Masters 1000 de Indian Wells e Miami

Da Redação ·

O sérvio Novak Djokovic continua pagando caro no circuito mundial de tênis pela postura de não se vacinar contra a covid-19. Impossibilitado de entrar nos Estados Unidos sem ter comprovante de imunização, o agora número 2 do mundo anunciou que não estará na disputa dos Masters 1000 de Indian Wells e de Miami.

continua após publicidade

"Estava automaticamente listado para Indian Wells e Miami, mas sabia que seria improvável eu viajar. Com a confirmação do Centro de Controle (CDC) de que os regulamentos não serão alterados, não poderei jogar nos EUA. Boa sorte para aqueles que jogarão nestes grandes torneios", postou Djokovic.

Depois de liderar o ranking mundial do tênis por mais de dois anos, o sérvio vem perdendo muitos pontos no circuito por causa das restrições impostas a quem não é vacinado e acabou ultrapassado pelo russo Andrii Medvedev na última semana.

continua após publicidade

O tenista sérvio chegou a ficar preso no aeroporto em Sydney, na Austrália, antes do primeiro Grand Slam do ano, por não ter carteira de vacinação nem comprovante que tinha doença que o impedia de se imunizar.

O ex-número 1 do mundo é o segundo grande nome a anunciar que não joga nas importantes competições dos Estados Unidos. Antes dele, a líder do ranking feminino, a australiana Ashleigh Barty, anunciou sua ausência em Indian Wells e Miami para "preservar seu corpo."