Esportes

Nadal soma melhor início da carreira e pode 'garantir' Djokovic como 1 do mundo

Da Redação ·

Rafael Nadal e Novak Djokovic são grandes rivais das quadras e sempre protagonizam grandes confrontos. Atuando em competições distintas, desta vez o espanhol pode ser um grande parceiro para o sérvio. Em Acapulco, o número 5 do mundo somou seu 12° triunfo seguido e alcançou o melhor início da carreira. Esta sequência pode garantir ao rival mais uma semana na liderança do ranking mundial, já que Nadal caminha bem e tem tudo para enfrentar Daniil Medvedev nas semifinais.

continua após publicidade

O russo desbancará Djokovic do topo do ranking caso seja campeão em Acapulco. Em caso da queda na semifinal no torneio mexicano, só lideraria o ranking pela primeira vez caso o sérvio também não fosse além das semifinais em Dubai, onde continua soberano.

Único espanhol ainda na disputa do ATP 500 de Acapulco, Nadal passou sem sustos às quartas de final. Diante do americano Stefan Koslov, foi logo aplicando um pneu no primeiro set. No segundo, o rival melhorou e teve chance de empatar em 4 a 4 quando tinha o saque. Mas acabou quebrado novamente e viu Nadal não dar chances no serviço, definindo em 6/3 após 1h17 de partida.

continua após publicidade

Nadal ganhou pela 12ª vez seguida em 2022 e superou o início de temporada de 2014, quando somou 11 triunfos consecutivos até cair da decisão do Aberto da Austrália diante do suíço Stanislas Wawrinka. Tommy Paul será o próximo oponente do espanhol em Acapulco.

Buscando a liderança do ranking, Medvedev atropelou o também espanhol Pablo Andújar em somente 64 minutos. O russo fez 6/1 no primeiro set e permaneceu concentrado no segundo para fechar o empate com 6/2. "Não foi fácil como pareceu. Pablo é um bom jogador e teve as suas oportunidades", afirmou Medvedev, que agora enfrenta Yoshihito Nishioda. Com mais três vitórias, o russo chega ao topo do ranking. Para isso, teria de superar um possível embate com Nadal nas semifinais, o que não é nada fácil, ainda mais pela ótima fase do espanhol.

ATP DE DUBAI - Defendendo a liderança do ranking, Novak Djokovic ganhou mais uma no ATP de Dubai, agora do russo Karen Khachanov, por 2 a 0, parciais de 6/3 e 7/6 (7/2). Nas quartas de final ele enfrenta o Checo Jiri Vesely.