Esportes

Milan leva virada do perfeito Liverpool em casa e dá adeus à Liga dos Campeões

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Milan frustrou mais de 70 mil torcedores presentes ao estádio San Siro, nesta terça-feira, ao levar a virada do time quase reserva do Liverpool, por 2 a 1, e não apenas se despedir na fase de grupos da Liga dos Campeões, como também deixar escapar até a vaga na Liga Europa. Pela primeira vez em sua história os ingleses fecham a fase de grupos com 100% de aproveitamento. Em jogo com briga e confusão, o Atlético de Madrid ganhou do Porto, fora de casa, por 3 a 1, e levou a outra vaga.

continua após publicidade

Já garantido no primeiro lugar da chave com cinco vitórias seguidas, o Liverpool entrou com apenas três titulares: o goleiro Alisson e os atacantes Mané e Salah. Do lado italiano, Messias e Ibhahimovic na frente carregavam a esperança de conduzir a equipe à vitória, único resultado possível no San Siro com 70 mil torcedores. Ainda era necessário um tropeço do Porto diante do Atlético de Madrid.

Mesmo com a defesa toda modificada, o Liverpool formou um paredão na frente de Alisson. Sofrendo contra a forte marcação, o Milan demorou a ameaçar o gol inglês. Mas conseguiu abrir o placar na bola parada, sua principal jogada. Cobrança de escanteio e Alisson faz milagre na primeira tentativa, mas o rebote sobrou para Tomori bater forte e garantir a festa no San Siro.

continua após publicidade

Com 28 minutos, os resultados garantiam a vaga ao Milan. Mas o Liverpool não queria saber de perder sua invencibilidade e foi ao ataque. E precisou de somente sete minutos para buscar a igualdade, com Salah aproveitando o rebote de um inseguro Maigman no chute de Chamberlain.

O resultado desastroso ganhou tons de desespero logo aos 9 da segunda etapa. Saída errada da defesa e a bola sobrou para Mané exigir milagre de Maigman. O rebote, contudo, voltou na cabeça de Origi, que virou o placar.

Com a notícia do gol do Atlético, a virada garantiria a vaga. Mas o empate não servia nem para ir à Liga Europa. Os resultados jogavam o Milan para a lanterna do Grupo B. Kessié ainda teve chance de empate. Cara a cara, chutou no rosto de Alisson.

continua após publicidade

No outro jogo da chave, precisando de vitória em visita ao Porto, no Estádio do Dragão, o Atlético de Madrid sofreu um grande prejuízo logo aos 12 minutos, ao ver o uruguaio Suárez se machucar e ser substituído por Matheus Cunha. Ele chorou muito no banco e viu uma primeira etapa dura fechar sem gols graças a milagre de Oblak.

A segunda etapa seguiu com o Porto abusando de perder gols. Oblak brilhou mais um vez e viu o famoso "quem não faz, toma" se fazer presente. O escanteio desviado por Taremi parou em Griezmann, que não perdoou. A abertura do placar deixou o jogo quente. Carrasco foi expulso. Pouco depois, o clima fechou novamente com o brasileiro Wendell deixando o braço no rosto de Matheus Cunha. Novo empurra-empurra e vermelho para o atleta do time português. No fim, Corrêa e De Paul ampliaram e garantiram a improvável vaga espanhola. O gol de honra de Oliveira de nada serviu.

AJAX ARRASADOR - O Ajax fechou a fase de grupos com 100% de aproveitamento ao obter mais um grande resultado em seu estádio. Fez 4 a 2 no também classificado Sporting. Artilheiro da atual edição da Liga dos Campeões, o atacante Haller precisou de somente oito minutos para anotar seu 10° gol. Igualou a marca de Haaland, do Borussia Dortmund, máximo goleador da temporada passada. Ele abriu o placar contra o Sporting, deixando sua marca em todos os seis jogos da fase de grupos.

continua após publicidade

O time português, também já garantido no Grupo C, reagiu antes do intervalo, com Nuno Lopes. Porém, o brasileiro Anthony confirmou a ótima fase ao deixar sua marca e levar os holandeses para o intervalo em vantagem. No segundo tempo, David Neres e Berghuis ampliaram para 4 a 1, mas Tabata descontou, dando números finais ao encontro.

Cumprindo tabela antes de partir para a disputa da Liga Europa, o Borussia Dortmund fez o dever de casa diante do saco de pancadas Besiktas, ao golear por 5 a 0, gols de Malen, Reus (2) e Haaland (2).