Esportes

Milan faz gol mais rápido da história do Campeonato Italiano e vence o Sassuolo

Da Redação ·

Após dois empates consecutivos no Campeonato Italiano, o Milan, ainda sem Zlatan Ibrahimovic, viu os rivais na briga pelo título se aproximarem e a sua liderança ser ameaçada. No entanto, o time de Milão reencontrou o caminho das vitórias ao derrotar o Sassuolo fora de casa, por 2 a 1, neste domingo, e se manteve na ponta de forma isolada. Um dos gols do duelo foi histórico, o mais rápido da história da competição. A Inter de Milão também venceu e segue na caça do arquirrival.

continua após publicidade

Ainda invicto, o Milan soma 31 pontos e lidera a competição com um ponto de vantagem para a Inter de Milão, que reassumiu a vice-liderança ao ganhar do Spezia por 2 a 1 em casa, no Giuseppe Meazza, com os dois gols no marcados no segundo tempo. Com isso, a Juventus, que goleou o Parma por 4 a 0 no sábado, voltou para o terceiro lugar.

O marroquino Hakimi abriu o placar e o belga Romelu Lukaku, que briga pela artilharia do torneio com Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic, fechou a conta. Ele é o segundo colocado na lista, com 11 gols, atrás do astro português, o maior goleador da competição até aqui, com 12 tentos. O Spezia foi às redes nos acréscimos, com Piccoli.

continua após publicidade

Já o Milan, ainda sem Ibrahimovic, em fase final de recuperação de uma lesão muscular, teve dificuldade, mas despachou fora de casa o Sassuolo, que chegou a liderar a competição, mas perdeu o embalo e, com apenas uma vitória nos últimos cinco confrontos, desceu para a sexta colocação, com 23 pontos.

GOL RELÂMPAGO HISTÓRICO - O duelo ficou marcado pelo gol mais rápido da história do Campeonato Italiano. Ele foi anotado por Rafael Leao, aos seis segundos de jogo. O atacante português recebeu em velocidade do turco Calhanoglu no meio dos zagueiros, invadiu a área e bateu no contrapé do goleiro.

Rafael Leao derrubou um recorde que já durava quase 20 anos e, segundo a liga italiana, pertencia ao Paolo Poggi, que marcou pelo Piacenza contra a Fiorentina aos oito segundos na partida disputada no dia 2 de dezembro de 2001.

continua após publicidade

Ainda na primeira etapa, os visitantes voltaram a balançar as redes aos nove minutos, com Calhanoglu, mas o gol foi anulado por impedimento após revisão do VAR. Aos 26, porém, o Milan ampliou com o meio-campista belga Saelemaekers e ficou em situação confortável no jogo.

No segundo tempo, o Sassuolo dominou o adversário, pressionou muito, chegou a ter 70% de posse de bola, terminou a partida com 16 finalizações, mas não conseguiu o empate. O time da Emília Romagna fez seu gol com Berardi, aos 44 minutos, em cobrança de falta.. Àquela altura, já era tarde para uma reação.

Também neste domingo, Torino (18º) e Bologna (14º) ficaram no 1 a 1, mesmo resultado de Cagliari (13º) e Udinese (11º). Já o Benevento (12º) superou o penúltimo colocado Genoa por 2 a 0. A 13ª rodada será finalizada com mais dois confrontos diretos na briga pela parte de cima da tabela: Atalanta x Roma e Lazio x Napoli.