Esportes

Milan busca virada no dérbi com dois de Giroud e derruba marcas da Inter

Da Redação ·

Titular na ausência do lesionado Zlatan Ibrahimovic, Olivier Giroud brilhou neste sábado e marcou dois gols em três minutos para arrancar uma improvável virada por 2 a 1 a favor do Milan, em clássico contra a Internazionale, no estádio San Siro. A vitória emocionante na partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Italiano encerrou uma série de números positivos da Inter e ainda diminuiu a distância entre os rivais na tabela.

continua após publicidade

O time comandado por Simone Inzaghi não perdia uma partida da liga nacional há 14 jogos e buscava a nona vitória seguida na temporada, contando outras competições. Além disso, viu chegar ao fim uma invencibilidade de 28 jogos jogando como mandante no Italiano. Para completar, apesar de ainda liderar a tabela, está apenas um ponto à frente do Milan, segundo colocado.

O Milan vinha da disputa de outro clássico, contra a Juventus, no último compromisso antes da parada para a Data Fifa. O jogo terminou empatado por 0 a 0 e rendeu um desfalque importante, pois Ibrahimovic sofreu uma lesão no tendão de Aquiles na ocasião e não conseguiu se recuperar a tempo do clássico milanês, mesmo com o período de quase duas semanas sem jogos.

continua após publicidade

A baixa deu a Giroud a oportunidade de começar jogando neste sábado, mas o francês não teve grandes chances de balançar as redes durante o primeiro tempo, já que o setor de criação do Milan não funcionou muito bem. A Inter, por sua vez, mostrou mais repertório e teve mais iniciativa, por isso foi premiada com um gol de Perisic, que ficou com a bola após cobrança de escanteio e bateu cruzado, de esquerda, para marcar.

Depois de sofrer com as faltas de oportunidade no primeiro tempo, Giroud aproveitou uma chance rara aos 29 da etapa final e se jogou de carrinho na bola para empatar o jogo. O gol sofrido foi um reflexo da postura adotada pela Inter, aparentemente não tão interessada em ampliar o placar, diante de um Milan que não dava sinais de que conseguiria reagir.

No fim das contas, a reação improvável foi além. Três minutos depois do empate, a virada saiu dos mesmo pés. Dessa vez, Giroud recebeu dentro da área, girou bonito em um toque de letra para tirar De Vrij da jogada e bateu colocado. O goleiro Handanovic chegou a tocar na bola, mas ela correu para cruzar a linha.

continua após publicidade

Os momentos finais foram tensos, tanto que Theo Hernández foi expulso no último minuto. Na cobrança da falta que rendeu a expulsão, até o goleiro Handanovic foi para a área em busca do empate, mas a defesa afastou e o juiz apitou para declarar vitória do Milan.

Mais cedo, antes do clássico, a Roma empatou sem gols com o Genoa, em casa. O time comandado pelo técnico José Mourinho jogou a maior parte do segundo tempo com um jogador a mais em campo, por causa da expulsão de Oestigard. E teve um gol de Zaniolo, aos 46 minutos do segundo tempo, anulado pelo VAR. O jogador acabou expulso antes do apito final. Longe da briga pela ponta, a Roma ocupa o sexto lugar da tabela, com 39 pontos.