Esportes

Mesmo sem técnico, Atlético-GO bate no Fortaleza por 3 a 0 na Arena Castelão

Da Redação ·

O futebol continua pregando surpresas e fatos inexplicáveis. Mesmo sem técnico, o Atlético-GO deixou para trás uma série negativa de seis jogos ao vencer o Fortaleza, por 3 a 0, neste sábado à tarde, em pela Arena Castelão, na capital do Ceará. O confronto contou com o retorno da torcida, que vaiou o time da casa ao final deste jogo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

continua após publicidade

A direção goiana demitiu no começo da semana Eduardo Barroca, mesmo com a boa campanha do time. Para este jogo o comando ficou nas mãos de dois auxiliares: Eduardo Souza e João Paulo Sanches. Em campo, os jogadores se superaram com muita raça e determinação, contando ainda com o Fortaleza numa tarde de pouca inspiração. Até marcou dois gols, mas corretamente anulados.

Apesar da derrota, o Fortaleza permanece entre os primeiros colocados, com 36 pontos. O Atlético-GO agora soma 30 pontos, em uma boa distância dos clubes que estão dentro da zona do rebaixamento. O seu principal objetivo é se manter na elite em 2022.

continua após publicidade

O primeiro tempo foi de muita marcação. Melhor para o Atlético-GO que tentava usar a velocidade no ataque. Tanto que abriu o placar aos 18 minutos. Dudu cobrou falta dentro da área, a defesa do Fortaleza se atrapalhou e Felipe ainda marcou contra.

O time cearense até balançou as redes aos 24 minutos, porém, de forma irregular. Wellington Paulista completou, porém, a arbitragem anotou impedimento, frustrando a torcida. Numa cochilada do zagueiro Marcelo Benevenuto, quase que João Paulo ampliou para o visitante aos 27 minutos.

A esperança da torcida ficou para o segundo tempo, quando o Fortaleza começou melhor, tomando as iniciativas ofensivas. Marcou de novo aos 13 minutos, mas o VAR anulou apontando impedimento de Wellington Paulista, que teria participado da jogada em impedimento, após a cabeçada forte de Bruno Melo. Houve muita comemoração no momento do gol, mas que instantes depois se transformou em decepção.

continua após publicidade

Numa saída errada da defesa do Fortaleza, Matheus Vargas perdeu a bola para o volante Baralhas que avançou e, dentro da área, soltou a bomba fazendo 2 a 0 aos 30 minutos para o Atlético-GO.

Sem controle emocional e desorganizado, o Fortaleza ainda tentou diminuir na base do tudo ou nada. Mas sofreu o terceiro gol aos 49 minutos, quando Montenegro ganhou a disputa na corrida com Bruno Mello e bateu forte na saída desesperado do goleiro Felipe Alves.

Pela 24ª rodada, os dois clubes voltam a campo na próxima quarta-feira à noite. O Atlético-GO vai receber o Athletico-PR, às 19h, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO), enquanto o Fortaleza vai tentar se recuperar diante do Fluminense, às 21h30, no Maracanã, no Rio.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 0 X 3 ATLÉTICO-GO

continua após publicidade

FORTALEZA - Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi (Igor Torres); Yago Pikachu, Felipe (Matheus Vargas), Éderson, Lucas Lima (Robson) e Bruno Melo; David (Romarinho) e Wellington Paulista (Henríquez). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

ATLÉTICO-GO - Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo), Wanderson, Éder e Igor Cariús; William Maranhão, Matheus Barbosa (Baralhas) e João Paulo (Montenegro); Ronald, Zé Roberto e André Luís (Pedro Henrique). Técnico: Eduardo Souza (interino).

GOLS - Felipe (contra), aos 18 minutos do primeiro tempo. Baralhas, aos 30; e Montenegro, aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alisson Sidnei Furtado (TO).

CARTÕES AMARELOS - Éderson (Fortaleza); Fernando Miguel, William Maranhão, João Paulo e Igor Cairús (Atlético-GO).

PÚBLICO E RENDA - Não divulgados.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).