Esportes

Mercedes dá chance a piloto reserva e deixa Hamilton fora do 1º treino na França

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Mercedes surpreendeu nesta quarta-feira ao anunciar que Lewis Hamilton ficará fora do primeiro treino livre do GP da França de Fórmula 1, na sexta-feira. O heptacampeão mundial será substituído pelo reserva holandês Nyck de Vries, uma das apostas da equipe para o futuro.

continua após publicidade

"Nyck vai substituir Lewis no primeiro treino livre deste fim de semana como parte da nossa programação de ceder algumas sessões para jovens pilotos neste ano. Então, estamos ansiosos para ver como ele vai se sair", explicou o chefe da Mercedes, Toto Wolff.

A decisão por Hamilton, contudo, surpreendeu. Via de regra, as equipes escolhem o piloto com menos experiência ou menos conquistas para ser substituído nestes treinos. O companheiro de Hamilton na Mercedes é o jovem britânico George Russell, que nunca venceu uma corrida na Fórmula 1.

continua após publicidade

Mais velho que Russell, o reserva holandês participará de um treino na F-1 pela terceira vez na carreira. A primeira aconteceu justamente pela Mercedes no fim da temporada passada, nos testes realizados logo após o GP de Abu Dabi. Na segunda oportunidade, ele pilotou o carro da Williams, parceira da Mercedes, no primeiro treino livre do GP da Espanha deste ano. Na ocasião, substituiu o tailandês Alexander Albon.

Aos 27 anos, De Vries ainda sonha com um assento na F-1. Alvo de rumores constantes, envolvendo diversas equipes nos últimos anos, ele nunca conseguiu alinhar no grid da categoria. O holandês é o atual campeão da Fórmula E, categoria de carros elétricos chancelada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), e é o oitavo colocado no campeonato atual.