Esportes

Medalhista em Tóquio, Laura Pigossi vai à final do WTA 250 de Bogotá

Da Redação ·

Medalhista de bronze nas duplas na Olimpíada de Tóquio, no ano passado, a tenista Laura Pigossi obteve neste sábado seu melhor resultado da carreira no circuito da WTA. A brasileira venceu a colombiana Maria Osorio por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (7/2), e avançou à final da chave de simples do WTA 250 de Bogotá, na Colômbia.

continua após publicidade

Diante da atual campeã do torneio colombiano e número 33 do mundo, Pigossi precisou lutar durante 2h11min, desperdiçou seguidos match points até fechar o duelo, diante da torcida contra. Com o feito, ela enfrentará no domingo a alemã Tatjana Maria, atual 237ª do mundo, mas que já foi Top 50.

"Ainda não consigo descrever essa emoção, mas estou feliz em seguir adiante, maneira como estou jogando, aguentando mentalmente os jogos pois eles estão sendo difíceis. Para ser sincera fiquei nervosa no final, mas é saber lidar com essas situações e não negar elas, simplesmente aceitar e ganhar assim mesmo", comentou a brasileira.

continua após publicidade

Pigossi vive seu melhor momento no circuito da WTA. Nesta semana, ela eliminou a ucraniana Dayana Yastremska, ex-número 21 do mundo. A brasileira figura atualmente na 212ª posição do ranking de simples. Ela agora dará um salto na lista da WTA. Se for campeã no domingo, vai alcançar a 111ª colocação, sua melhor da carreira. Em caso de vice, subirá para o 125º posto.

"Estou no caminho certo. Não é apenas uma semana, mas sim o conjunto de um trabalho. Tudo vem da maneira como precisa ser, tudo ao seu tempo. Não sei quem irá ganhar a final amanhã, mas não estou muito preocupada com isso e sim comigo, no que preciso fazer, em jogar com intensidade, com garra, com essa cabeça. As coisas estão dando certo e não tem porque mudar", projetou a brasileira.

BRASILEIRO CAMPEÃO

continua após publicidade

No saibro do ATP 250 de Marrakech, no Marrocos, o brasileiro Rafael Matos se sagrou campeão na chave de duplas, ao lado do espanhol David Vega. Neste sábado, eles venceram o italiano Andrea Vavasori e o polonês Jan Zielinski por 6/1 e 7/5, em 1h13min de confronto. Trata-se do terceiro título de Matos em nível ATP.

Com o troféu, ele entrará no Top 60 do ranking de duplas pela primeira vez. "É mais uma barreira quebrada. Vou seguir como eu venho, passo a passo, trabalhando dia a dia, semana a semana", comentou o atleta de 26 anos.