Mancini completará um mês no Corinthians sem "achar time" e com futebol carente - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Mancini completará um mês no Corinthians sem "achar time" e com futebol carente

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O técnico Vagner Mancini completará um mês de Corinthians no meio da semana sem motivos para comemorar. Ainda não encontrou a escalação ideal, o futebol segue bastante carente e a torcida não vê perspectiva de melhora.

Foram sete jogos disputados sob sua batuta e um desempenho até melhor que os antecessores, mas ainda baixo: três vitórias, dois empates e duas derrotas e aproveitamento de 52,38%. Com números que não empolgam, mais uma vez ele terá uma semana livre de trabalho para "achar sua equipe".

O Corinthians volta a campo no sábado, às 19 horas, na Neo Química Arena, para duro confronto com o Atlético-MG pelo Brasileirão. E sobram problemas para o técnico ajustar.

"Acho que nós deveríamos estar nos impondo mais em campo, mas a imposição não está no falar, na parte verbal, ou naquilo que as pessoas pensam, está na imposição de entrar em campo e mostrar o que você é capaz", enfatiza o técnico, ciente que o seu Corinthians pouco cria diante dos rivais.

"Nos dois últimos jogos a equipe melhorou no segundo tempo, após as alterações. A gente tem de ligar uma chave para que os atletas entendam a necessidade que temos de fazer os dois tempos bem feitos", admite Mancini que não está contente com quem vem escalando no início das partidas. A crítica já deixa no ar a possibilidade de nova escalação diante dos mineiros.

"Os atletas (substitutos) vão melhorar muito a partir do momento que tivermos um tempo maior de treinamento. Desde que cheguei foi pouco tempo de um jogo para o outro e isso atropela alguns processos", observa o técnico, crente que vai "encontrar" a escalação correta com tempo para trabalhar. E nela pode aparecer o colombiano Cantillo, até então pouco usado ou testado com o treinador.

"Hoje (sábado) eu até tinha a possibilidade de ter entrado com Cantillo, que me daria o jogo limpo, aberto, mas sobrecarregaria um pouco pela formação da equipe." A justificativa do treinador sobre não ter utilizado o colombiano diante do Atlético-GO mostra que ele tinha receio de perder da ex-equipe. Foi cauteloso e o time seguiu estacionado no meio da tabela.

O torcedor corintiano anda reclamando bastante da forma contida como a equipe vem se portando recentemente. Nos últimos quatro jogos, por exemplo, o Corinthians finalizou apenas 10 vezes. Foram três chutes na ida da Copa do Brasil contra o América-MG, em Itaquera, e dois no duelo de volta, além de mais três contra o Internacional e apenas dois neste sábado, frente o Atlético-GO.

Desgostoso com tal postura, Mancini terá a semana livre para ajustar essa falta de ofensividade. "Optei pela entrada de mais um volante de marcação (contra o Atlético-GO), isso tornou a equipe pesada no sentido de criação de jogadas. Foi um ponto importante, mas um Corinthians distante do que achamos ideal."

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Mancini completará um mês no Corinthians sem "achar time" e com futebol carente"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.