Esportes

Manchester City ganha novamente do Mönchengladbach e avança na Liga dos Campeões

Da Redação ·

Com gols marcados em menos de 20 minutos, o Manchester City se classificou com facilidade às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Nesta terça-feira, fez 2 a 0 no Borussia Mönchengladbach, na Arena Puskàs, em Budapeste, no jogo de volta das oitavas de final.

continua após publicidade

Com as restrições de circulação entre Inglaterra e Alemanha em função da pandemia do coronavírus, os confrontos da série foram realizados na Hungria. E o Manchester City ganhou ambos pelo mesmo placar, sendo que o brasileiro Gabriel Jesus havia marcado um dos gols dos 2 a 0 do jogo de ida. E ao repetir o resultado nesta terça-feira, o Manchester City chegou aos 101 gols marcados em 45 jogos oficiais na temporada 2020/2021.

O confronto confirmou a diferença técnica e de momento dos times. Afinal, enquanto o City lidera o Campeonato Inglês com 14 pontos de vantagem para o rival United, o Mönchengladbach é apenas o décimo colocado do Alemão, tendo perdido as últimas sete partidas que disputou por diferentes competições, estando em franco declínio desde que o técnico Marco Rose anunciou que trocará o clube pelo Borussia Dortmund ao fim da temporada.

continua após publicidade

Assim como havia acontecido no primeiro confronto, o duelo desta terça foi tranquilo para o City, que o dominou a partir do controle da posse de bola, liderados por Cancelo e De Bruyne. O time inglês foi soberano na etapa inicial, ainda que o Mönchengladbach tenha sido perigoso em algumas ações ofensivas, principalmente com Embolo, que finalizou com perigo duas vezes, aos 7 minutos, quando o placar ainda estava em 0 a 0, e aos 40.

Mas o City, com a vantagem de ter triunfado por 2 a 0 na ida, igualou o placar com menos de 20 minutos. Se não marcou aos 6 minutos, quando Foden parou em ótima defesa de Sommer, logo marcou duas vezes. Aos 11, um golaço de De Bruyne, em chute de esquerda da entrada da área, após passe de Mahrez. Depois, aos 17, após grande jogada de Foden, que deixou Gundogan em ótima condição para finalizar na saída do goleiro adversário. E o time ainda teria outras chances no primeiro tempo, a principal delas em uma cobrança de falta de De Bruyne, aos 34 minutos.

Na etapa final, o Manchester City diminuiu o ritmo. Manteve o controle do jogo, não teve a meta ameaçada e ainda viu o técnico Pep Guardiola aproveitar a facilidade para realizar as cinco substituições permitidas com menos de 30 minutos. Poderia ter marcado o terceiro, com Mahrez. Já o Mönchengladbach só conseguiu finalizar duas vezes no segundo tempo.

O adversário do Manchester City nas quartas de final vai sair na próxima sexta-feira, em sorteio. Agora, tentará superar essa barreira, pois nas últimas três temporadas parou exatamente nessa fase da Liga dos Campeões. Para não repetir a decepção, confia em uma campanha até agora praticamente perfeita: 7 vitórias, 1 empate e apenas 1 gol sofrido, logo na estreia.