Esportes

Luis Suárez fica próximo de acerto com o Nacional após apoio de torcedores

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O sonho do Nacional em contar com Luis Suárez para esse ano parece estar cada vez mais real. Após avanços nas negociações nos últimos dias, a torcida fez sua parte para convencer o atacante a retornar ao clube de seu país, pelo qual foi revelado em 2005, antes de rumar em direção à Europa.

continua após publicidade

Na última partida do Nacional - vitória por 5 a 0 sobre o Cerrito, pelo Campeonato Uruguaio -, mais de 15 mil torcedores cantaram, a todo pulmões, "Olé, olé, olé, olé... Lucho, Lucho", em referência ao atacante. Além disso, diversas máscaras com o rosto de Suárez puderam ser vistas em todo o Estádio Gran Parque Central, casa do Nacional. No quinto gol da goleada, Christian Almeida, lateral-esquerdo, comemorou com a máscara do jogador.

Foram momentos de celebração da torcida, mas o acordo entre Suárez e Nacional ainda não foi firmado. No entanto, está mais próximo do que nunca. Nas redes sociais, o clube já faz postagens em referência ao atacante, com a hashtag "SuarezANacional", e torcedores utilizam a imagem do ídolo como perfil (assim como o "NeyDay", usado pelos brasileiros em apoio ao Neymar durante a Liga dos Campeões).

continua após publicidade

Segundo o jornalista uruguaio Rodri Vazquez, clube e jogador já chegaram a um acordo, válido até o fim deste ano, até a Copa do Mundo do Catar - que deve ser a última disputada pelo uruguaia. Dessa forma, irá o reforçar o Nacional na Copa Sul-Americana e no Clausura, segundo turno do Campeonato Uruguaio. No último mês, Suárez esteve apalavrado com o River Plate para a disputa da Libertadores, mas a eliminação para o Vélez Sarsfield colocou um fim a qualquer chance de acordo.

"Isso é único, foi produzido pelas pessoas, pelas máscaras, pela imprensa", afirmou Alejandro Balbi, vice-presidente do clube uruguaio, sobre o apoio dos torcedores para a contratação do atacante. "Eu experimentei o Suárez no Nacional, mas os jovens não. Há uma tremenda ilusão e a repercussão global que houve esta semana é histórica, não me lembro de nada parecido", disse em entrevista ao jornal "El País", reiterando que o clube "fez todos os esforços" que tinha ao seu alcance para a contratação.

Enquanto não é anunciado oficialmente, Suárez segue sem um clube para o início desta temporada - caso decida por permanecer na Europa. O atacante partiu para o continente em 2006, após conquistar o Campeonato Uruguaio e anotar 12 gols, que resultaram em sua venda para o Groningen, da Holanda.

continua após publicidade

Na Europa, teve passagens pelo Ajax, Liverpool, Barcelona e Atlético de Madrid, conquistando a Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol, Mundial de Clubes, entre outros títulos ao longo de sua carreira. Pela seleção uruguaia, conquistou a Copa América de 2011, disputada na Argentina, e se envolveu em polêmicas na Copa do Mundo de 2014, ao morder o ombro do zagueiro Chiellini.

Ao longo de 17 anos de carreira, Suárez disputou 830 jogos, com seleção e clubes, e marcou 514 gols, sendo um dos maiores artilheiros em atividade no futebol atual.