Esportes

Luciano e Claudinho marcam na rodada final e são os artilheiros do Brasileirão

Da Redação ·

A disputa acirrada na última rodada do Brasileirão não se restringiu à briga pelo título, entre Flamengo e Internacional. Também havia expectativa quanto à definição do artilheiro do campeonato. Afinal, quatro jogadores chegaram à 38.ª rodada com chances de ficar com esta honraria. Claudinho, Luciano, Marinho e Thiago Galhardo somavam 17 gols cada antes de a bola rolar na noite desta quinta-feira.

continua após publicidade

Do quarteto, apenas Claudinho e Luciano balançaram as redes no último jogo de Red Bull Bragantino e São Paulo, respectivamente, e vão dividir o prêmio, que será entregue em cerimônia marcada para a noite desta sexta, a partir das 20h30, na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

Titulares nesta rodada final, os dois atacantes chegaram aos 18 gols. Galhardo entrou em campo somente aos 24 minutos do segundo tempo e teve poucas chances para deixar sua marca nesta noite. Marinho sequer usufruiu desta oportunidade. Diagnosticado com covid-19, o jogador do Santos foi vetado do duelo contra o Bahia, na Arena Fonte Nova.

continua após publicidade

Claudinho marcou o seu 18º gol aos 7 minutos do segundo tempo e foi o responsável pela vitória do Bragantino sobre o Grêmio por 1 a 0. Seu time terminou o campeonato num honroso 10º posto, após correr risco de rebaixamento. E o meia-atacante pode terminar o Brasileirão com diversos prêmios individuais, como revelação ou mesmo o de melhor jogador da competição.

Sem futuro definido, o jogador de 24 anos pode atuar na Europa na sequência do ano. E já está sendo considerado para futuras convocações da seleção brasileira. Se não se transferir para o Velho Continente, deve acertar com um clube de maior peso e tradição nacionais.

Luciano, por sua vez, se consolida como um dos principais atacantes do Brasil, após frustrar expectativas em suas passagens por Corinthians e Grêmio. O jogador marcou seu 18º gol em cobrança de falta, ainda no primeiro tempo da vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, que veio a se sagrar bicampeão nesta quinta.

continua após publicidade

O gol ajudou o São Paulo a assegurar a quarta colocação da tabela, sacramentando a vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores. Além disso, levou o time ao topo da artilharia após quase 20 anos. O último a fazer isso foi Luiz Fabiano em 2002. Na época, com 19 gols, empatou na lista de goleadores com Rodrigo Fabri, do Grêmio.

Além disso, Luciano se tornou o quinto jogador do São Paulo a terminar um Brasileirão na artilharia. Além dele e Luis Fabiano, brilharam também Pedro Rocha, com 17 gols, em 1972; Careca, com 25 gols, em 1986; e Müller, com dez gols, em 1987.