Esportes

Lorenzo Insigne e as melhores contratações na história da ML

O atacante italiano aceitou um salário altíssimo e a possibilidade de morar em uma das melhores cidades da América do Norte.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Lorenzo Insigne e as melhores contratações na história da ML

A contratação de Lorenzo Insigne pelo Toronto FC tem levado a Major League Soccer às manchetes de todo o mundo. O atacante italiano, destaque das apostas esportivas, aceitou um salário altíssimo e a possibilidade de morar em uma das melhores cidades da América do Norte. A chegada de Insigne à MLS é uma das transferências mais espetaculares nos quase 30 anos de competição.

continua após publicidade

Grandes jogadores sul-americanos como o colombiano Carlos Valderrama e o boliviano Marco Etcheverry abriram o caminho na profissionalização da MLS em meados dos anos 90. Esse trajeto foi explorado alguns anos mais tarde por futebolistas como o argentino Guillermo Barros Schelotto e o mexicano Cuauhtémoc Blanco. 

Todos eles deram visibilidade no continente a uma liga que, até então, era considerada menor ou artificial. Como resultado desse movimento, a experiência trazida de grandes clubes americanos ou europeus e em competições como Copas do Mundo e Copa Libertadores elevou o nível da MLS e, aos poucos, chamou a atenção de contratações com perfil mais badalado. Houve, até mesmo, a “volta” de futebolistas estadunidenses com trajetória na Europa, como Michael Bradley, Dwayne de Rosario e, principalmente, Landon Donovan.

continua após publicidade

De Valderrama a Beckham, a mudança na MLS

A chegada de Donovan, MVP da MLS e que dá nome ao troféu para o melhor jogador da competição, foi um sucesso para o Los Angeles Galaxy, franquia em que dividiu vestiário com Robbie Keane, outra das grandes contratações da MLS na história. A equipe californiana, porém, conseguiria a grande bomba do mercado da MLS com a chegada de David Beckham.

O futebolista inglês deu o pulo definitivo que a MLS precisava. Beckham atraiu o interesse da mídia e de um público que era cético com o soccer. Seguindo o caminho aberto pelo ex-Manchester United, chegou seu compatriota Steven Gerrard para uma breve etapa, mas Beckham abriu as portas para grandes jogadores europeus que tiveram um grande impacto na MLS. 

continua após publicidade

Wayne Rooney e Andrea Pirlo, os dois no final de suas lendárias carreiras, tiveram etapas discretas no futebol estadunidense. No entanto, Thierry Henry, David Villa, Sebastian Giovinco e Zlatan Ibrahimovic deixaram várias amostras da sua qualidade na MLS. O italiano Giovinco foi MVP da competição e campeão com Toronto FC, e o espanhol Villa se tornou um dos grandes goleadores da MLS no New York City FC.

Vários MVPs estrangeiros na MLS

Nas últimas temporadas, a Major League Soccer tem se tornado uma fonte de talento jovem, tanto local como centro e sul americano. Mas isso não impediu o New England Revolutions contratar Carles Gil, da Espanha, que se tornou o MVP da última temporada. O ex-Deportivo de La Coruña marca o caminho para Lorenzo Insigne, chamado a ser o melhor jogador e, até mesmo, ser considerado uma das melhores contratações da história da MLS.

Agora, o jogador da seleção italiana, com 30 anos, deixa o Napoli, onde era ídolo da torcida, para uma aventura americana que lhe renderá mais de 10 milhões de dólares mensais. Em busca de um novo título da MLS, o Toronto FC investiu forte em Lorenzo Insigne. Seu sucesso ou fracasso pode alterar o jeito em que a liga estadunidense contrata jogadores europeus ou que passaram pelas competições do Velho Continente.