Esportes

Liverpool goleia Manchester United mais uma vez e assume liderança do Inglês

Da Redação ·

O Liverpool gravou outra goleada na história dos clássicos contra o Manchester United, na mais nova edição do chamado North West Derby. Passados seis meses da vitória por 5 a 0 no Old Trafford, em outubro do ano passado, o time comandado por Jürgen Klopp superou o abatido rival por 4 a 0, agora no Anfield, nesta terça-feira, em jogo atrasado da 30ª rodada do Campeonato Inglês, e assumiu a liderança.

continua após publicidade

Salah, duas vezes, Luis Díaz e Mané foram os responsáveis pelos gols que construíram a nova goleada diante de um United em fase instável nos gramados e vivendo um período de luto. O astro Cristiano Ronaldo não esteve em campo porque perdeu o filho recém-nascido, um dos gêmeos que esperava com a namorada Georgina Rodríguez - a outra criança, uma menina, nasceu saudável.

O drama vivido pelo craque rival motivou a torcida do Liverpool a puxar aplausos durante a partida para demonstrar apoio, exatamente no sétimo minuto, em referência ao número utilizado pelo português. O sentimento de compaixão foi dividido com a satisfação de ver o time assumir a primeira posição da liga nacional, com 76 pontos, dois a mais que o Manchester City, que tem 74 e joga na quarta contra o Brighton.

continua após publicidade

O United, por sua vez, ocupa a sexta colocação, com 54 pontos, em busca de juntar os cacos para tentar a classificação para a Liga dos Campeões, concedida aos quatro primeiros colocados. A reação precisa ser rápida e perfeita, pois faltam apenas cinco jogos para o clube de Manchester encerrar a participação no campeonato.

Sem a principal estrela e diante de um Liverpool em grande fase, os torcedores mais racionais do United provavelmente não nutriam grandes expectativas para a partida, mas a esperança por uma surpresa sempre está escondida em algum lugar. De qualquer forma, bastaram os primeiros lances após o apito inicial para o desânimo tomar conta até dos mais esperançosos.

O Liverpool abriu o placar logo aos quatro minutos, quando Luis Díaz recebeu assistência de Salah dentro da pequena área, na conclusão de uma troca de passes iniciada no campo de defesa, e empurrou para dentro. Pouco tempo depois, a alegria de um lado e a frustração do outro foram cessadas para dar lugar à comiseração.

continua após publicidade

No minuto 7 do jogo, número usado por Cristiano Ronaldo, torcedores do Liverpool puxaram uma salva de palmas e entoaram o tradicional canto "Youll never walk alone" como forma de apoiar o craque português no momento em que ele lida com a morte do filho. Imagens da transmissão televisiva captaram até um torcedor do time da casa erguendo uma camisa do United estampada com o nome de Ronaldo. Adeptos do time de Manchester, em menor número, engrossaram os aplausos.

Ainda no primeiro tempo, aos 21 minutos, Salah ampliou o placar após receber um belíssimo passe de Mané e encerrou um jejum de seis jogos sem marcar. O Liverpool seguiu pressionando até os minutos finais antes do intervalo, enquanto o United encerrou a etapa inicial sem levar perigo ao gol defendido por Alisson.

O segundo tempo começou mais equilibrado, em meio a alguns sinais de que o United poderia oferecer algum tipo de reação. A possibilidade, contudo, foi destruída por Mané, que marcou o terceiro gol dos donos da casa aos 22 minutos, ao receber passe de Luis Díaz e tocar de primeira no canto esquerdo de De Gea. Na reta final, aos 39, Salah recebeu mais uma linda assistência, dessa vez de Diego Jota, e tocou de cavadinha para fechar a goleada.