Esportes

Leclerc reage e é o mais rápido do dia no GP da Hungria de F-1; Norris é o 2º

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Sem demonstrar abatimento pelo erro grosseiro que cometeu no domingo passado, Charles Leclerc foi o mais rápido desta sexta-feira, ao fim dos dois treinos livres que abriram o GP da Hungria de Fórmula 1. O piloto de Mônaco manteve a Ferrari na frente, depois que o companheiro Carlos Sainz Jr. liderou a primeira sessão do dia.

continua após publicidade

Leclerc terminou o dia no topo, com o tempo de 1min18s445, à frente do 1min18s750 registrado pelo espanhol no primeiro treino livre desta sexta. Em comum nas duas atividades foi a equipe italiana correndo na frente de Max Verstappen, líder disparado do campeonato.

Se na primeira sessão o holandês foi o segundo mais rápido, neste último treino do dia o campeão mundial foi apenas o quarto colocado. Entre um treino e outro, Verstappen mostrou pouca evolução. Passou de 1min18s880 para 1min18s728. Seu companheiro de Red Bull, o mexicano Sergio Pérez, foi ainda pior. Depois de obter o 6º tempo na primeira sessão, foi apenas o 9º na segunda, com 1min19s397.

continua após publicidade

O destaque do dia acabou sendo Leclerc. No GP da França, no domingo passado, ele cometeu erro grosseiro quando liderava a prova. Ao bater sozinho e deixar a corrida antes da metade, desperdiçou chance incrível de faturar nova vitória e encostar em Verstappen na disputa pelo título.

Sem mostrar abatimento pela falha, o piloto de Mônaco mostrou serviço ao longo desta sexta-feira. Sainz, por sua vez, confirmou que a Ferrari vem forte para este fim de semana, num traçado que se encaixa melhor às suas características. O espanhol foi o terceiro mais veloz do segundo treino, com 1min18s676.

Entre os dois pilotos da Ferrari ficou o britânico Lando Norris. Surpresa da sessão, o piloto da McLaren anotou 1min18s662. O australiano Daniel Ricciardo, parceiro de Norris no time britânico, obteve o quinto tempo, com 1min18s872.

continua após publicidade

O Top 10 inteiro marcou seus melhores tempos com pneus macios, os mais velozes à disposição dos pilotos, no tempo seco (havia a previsão de chuva). E mostrou o equilíbrio entre as principais equipes. Apenas um segundo separou Leclerc, o mais rápido do dia, do finlandês Valtteri Bottas, o 10º colocado (1min19s411).

A lista dos 10 mais velozes contou ainda com os veteranos Fernando Alonso, que completou 41 anos nesta sexta, e o alemão Sebastian Vettel, que anunciou na quinta que deixará a F-1 no fim da temporada. Alonso, da Alpine, foi o sexto (1min19s049), enquanto o piloto da Aston Martin anotou o sétimo tempo (1min19s253).

Se a Ferrari exibe facilidade na pista do circuito de Hungaroring, nos arredores de Budapeste, a Mercedes vive situação oposta. Lewis Hamilton chegou a reclamar da instabilidade do carro ao longo do segundo treino. Foi apenas o 11º, enquanto George Russell foi o oitavo.

Os pilotos voltam à pista às 8 horas (horário de Brasília) deste sábado para o terceiro e último treino livre. O grid de largada será definido às 11h. E, no domingo, a largada está marcada para as 10 horas.