Esportes

Leclerc conquista vitória confortável na Austrália, mas ainda não pensa em título

Da Redação ·

O retorno do GP da Austrália na Fórmula 1 teve domínio completo de Charles Leclerc, enquanto Max Verstappen precisou abandonar sua segunda prova na temporada após ter problemas no motor. O monegasco da Ferrari largou na pole e liderou a prova durante todas as 58 voltas, com tempo de 1h27min46s548. A Red Bull conseguiu se manter no Top 3 com o segundo lugar de Sergio Perez, e George Russell alcançou seu primeiro pódio pela Mercedes, assumindo a segunda posição na classificação geral.

continua após publicidade

Leclerc revelou que não esperava tamanho domínio na corrida deste domingo e dividiu os créditos do ótimo desempenho com o carro da Ferrari. O piloto ainda afirmou que está cedo para pensar em título, mas se mantiver o ritmo a disputa pelo primeiro lugar no final da temporada passará a ser uma realidade.

"Honestamente, que carro tivemos hoje! Claro que fui bem durante todo o fim de semana, mas não seria possível sem este carro. Fomos extremamente fortes durante todo o fim de semana, especialmente na corrida. Os pneus permaneceram ótimos da primeira à última volta, administramos eles muito bem e estou contente demais por isso" disse o vencedor.

continua após publicidade

"Esta é apenas a terceira corrida, é difícil pensar sobre título, mas para ser honesto nós temos um carro muito forte e confiável. Espero que continue e, se acontecer, provavelmente teremos chances de vencer a Fórmula 1. Lutar por título me deixará extremamente satisfeito, especialmente pelos últimos dois anos difíceis vividos por mim e pelo time", completou Leclerc, que conquistou seu terceiro pódio em três corridas no ano, sendo que venceu também no Bahrein.

Verstappen voltou a ter problemas com o motor, assim como já havia acontecido no Bahrein, durante a estreia da temporada. Desta vez, o holandês da Red Bull precisou deixar a prova durante a volta 39 com seu motor em chamas por causa de danos na unidade de potência.

Quando esteve em pista, Verstappen chegou a incomodar Leclerc durante a largada e após dois Safety Cars, primeiro quando o piloto da Ferrari Carlos Sainz girou e saiu da pista, após cair para a 14ª posição e tentar recuperar. O espanhol também abandonou a prova, assim como Sebastian Vettel, que vem sofrendo neste início de temporada. Após ficar fora das duas primeiras etapas do ano por covid-19, o alemão bateu na parede quase na metade da corrida e precisou abandonar. Vettel havia largado em 17º, após problemas com seu motor e uma batida durante os treinos livres.

continua após publicidade

Lewis Hamilton, que havia largado em quinto, não conseguiu voltar ao pódio e fechou a prova na quarta posição. A boa colocação do britânico coloca a Mercedes em segundo lugar no campeonato de construtores, superando a Red Bull. A Ferrari lidera com duas vitórias e cinco pódios.

A McLaren foi mais uma equipe a conquistar uma posição sólida na corrida, com Lando Norris e Daniel Ricciardo mantendo as boas colocações conquistadas no grid. Norris terminou a corrida em quinto, enquanto Ricciardo ficou em sexto. Esteban Ocon também desempenhou bem e terminou em sétimo, após seguir durante toda a corrida com apenas uma parada.

Pierre Gasly, da AlphaTauri, perdeu uma posição na penúltima curva da volta 54, sendo ultrapassado por Valtteri Bottas, da Alfa Romeo, que havia largado em 12º. O último piloto a pontuar foi Alex Albon, que deu o primeiro ponto à Williams na temporada. Zhou Guanyu desempenhou bem, mas acabou em 11º. O GP da Austrália teve ótimo público, após ficar de fora nos últimos dois anos por causa da pandemia, e voltou a receber uma prova após exatos 1100 dias.

continua após publicidade

Leclerc leva a Ferrari na liderança para casa na próxima corrida, que será o GP de Emilia Romagna, no dia 24 de abril. O piloto lidera a competição com 71 pontos, mais que a soma dos dois colocados que vêm atrás: Russell (37) e Sainz (33). Perez, da Red Bull, tem 30 pontos, dois a mais que Hamilton, com 28. Após dois abandonos, Verstappen possui 25 pontos.

Confira abaixo a classificação final do GP da Austrália:

continua após publicidade

1º - Charles Leclerc (MON/Ferrari) - 1h27min46s548

2º - Sergio Perez (MEX/Red Bull) - a 20s524

3º - George Russell (ENG/Mercedes) - a 25s593

continua após publicidade

4º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - a 28s543

5º - Lando Norris (ING/McLaren) - a 53s303

6º - Daniel Ricciardo (AUS/McLaren) - a 53s737

continua após publicidade

7º - Esteban Ocon (FRA/Alpine) - a 1min1s683

8º - Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo) - a 1min8s439

continua após publicidade

9ª - Pierre Gasly (FRA/AlhpaTauri) - a 1min16s221

10º - Alexander Albon (TAI/Williams) - a 1min19s382

11º - Zhou Guanyu (CHI/Alfa Romeo) - a 1min21s695

continua após publicidade

12º - Lance Stroll (ING/Aston Marin) - a 1min28s598

13º - Mick Schumacher (ALE/Haas) - 1 volta

14º - Kevin Magnussen (DIN/Haas) - 1 volta

15º - Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri) - 1 volta

16º - Nicholas Latifi (CAN/Williams) - 1 volta

17º - Fernando Alonso (ESP/Alpine) - 1 volta

Não completaram a prova:

Max Verstappen (HOL/Red Bull)

Carlos Sainz (ESP/Ferrari)

Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)