Esportes

Lamela faz gol de placa, é expulso, e Tottenham leva a virada do Arsenal

Da Redação ·

O argentino Lamela tem tudo para concorrer ao próximo prêmio Puskás. O jogador do Tottenham fez uma pintura, de letra, neste domingo, abrindo o placar no clássico de Londres. Mas acabou expulso na virada do Arsenal, que ganhou por 2 a 1 e manteve o tabu que já dura 11 anos no Emirates Stadium.

continua após publicidade

O triunfo por 2 a 1 premiou a equipe que mais buscou a vitória no clássico. O Arsenal dominou os 90 minutos e, mesmo saindo atrás do marcador, jamais deixou de atacar e acabou premiado pela luta e vontade.

Em clássico, algo diferente seria necessário para derrubar as fortes paredes defensivas. E foi justamente o que Lamela fez. Após boa trama e invertida de bola, o argentino recebeu no meio de dois marcadores e David Luiz na sobra e apostou numa letra para surpreender.

continua após publicidade

Apesar de estar longe do gol, mandou a bola rasteira, no canto do goleiro. Ninguém esperava. A pintura no estádio Emirates deixou até companheiros de boca aberta. Reguilón, com a mão na cabeça, estava incrédulo. Um dos mais belos gols da temporada inglesa.

Curiosamente, Lamela já havia anotado outro gol de letra defendendo o Tottenham. E foi ainda mais bonito. Em 2014, diante do Asteras Tripolis, da Grécia, também em Londres, ele arriscou o lance de fora da área.

Ao abrir o placar no clássico de Londres, o Tottenham entrava de vez na briga pela quinta colocação com o West Ham e à vaga na Liga Europa. Os quatro primeiros do Inglês vão à Liga dos Campeões e apenas o quinto para a Liga Europa.

continua após publicidade

Depois de duas goleadas seguidas na Premier League, o Tottenham abria caminho para uma importante vitória. Mesmo não jogando bem. Mas do outro lado estava um rival mordido com a temporada aquém do esperado. Em casa, novo tropeço estava fora de cogitação e os Gunners buscaram reação.

Antes do intervalo, Odegaard igualou o marcador, deixando no ar a promessa de uma bela segunda etapa. Depois de mandar na fase, o empate veio com justiça após 10 finalizações, sendo duas na trave.

O time de José Mourinho precisava fazer um algo a mais nos 45 minutos finais para subir na tabela. Sem Son, que saiu machucado, a tarefa era dura. E quem voltou mais disposto foi o Arsenal.

continua após publicidade

Atacou, atacou e, num pênalti questionável, virou o placar com Lacazette. O atacante furou o lance, acertou o defensor e o juiz deu a penalidade. Para piorar a situação do Tottenham, logo depois Lamela acabou expulso por acúmulo de cartões. Podia ser o nome do clássico pelo golaço e acabou atrapalhando a reação ao receber o vermelho.

Sem ganhar na casa do Arsenal desde 2010, o Tottenham não conseguiu buscar a igualdade após perder o argentino e amargou novo tropeço no Emirates Stadium, estacionando nos 45 pontos. Ainda distante do topo, o Arsenal subiu para os 41.

Nos demais jogos, o Leicester fez 5 a 0 no Sheffield United e o Brighton superou o Southampton, fora de casa, por 2 a 1.