Esportes

Kleina prega respeito ao Guarani e mantém mistério sobre Moisés

Da Redação ·

A Ponte Preta encerrou nesta quinta-feira a preparação para o dérbi 201, que acontece nesta sexta, contra o Guarani, a partir das 21h30, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

continua após publicidade

Quem queria uma definição sobre Moisés vai precisar esperar o dia do jogo. Ainda se recuperando de uma lesão no joelho, sofrida durante a derrota para o Cruzeiro, por 1 a 0, no último sábado, o atacante ainda não está confirmado.

"Parece que a gente está querendo esconder a escalação, mas tem de ser franco. É esperar o atleta até onde der. Caso contrário, temos outros jogadores que também trabalhamos", despistou o técnico Gilson Kleina. A tendência é que Moisés, destaque do clube na temporada, esteja em campo.

continua após publicidade

Essa, porém, não é a única dúvida do treinador. Kleina ainda não sabe se mantém a dupla de zaga formada por Cleylton e Ednei - Rayan e Fábio Sanches são as outras opções. Na lateral esquerda, Rafael Santos, desfalque contra o Cruzeiro por questão contratual, disputa vaga com Marcelo Hermes.

Além de Rafael Santos, o treinador ponte-pretano volta a contar com os atacantes Niltinho e Rodrigão, recuperados de desgaste muscular e virose, respectivamente.

A provável Ponte deverá formar com: Ivan; Felipe Albuquerque, Ednei, Cleylton e Rafael Santos; André Luiz, Marcos Júnior e Fessin; Niltinho, Moisés e Rodrigão.

continua após publicidade

RESPEITO AO ADVERSÁRIO - Na entrevista coletiva pré-dérbi, Gilson Kleina pregou respeito ao Guarani, que vem disputando uma vaga no G4 da Série B, diferente da Ponte Preta, que tem como principal objetivo escapar do rebaixamento.

"Sobre o adversário, sabe que o Guarani está passando por um grande momento, tem todo nosso respeito, não sei o que eles estão pensando lá. Temos de nos preparar para enfrentar o melhor Guarani, mas dentro do Moisés a gente é muito forte", afirmou o técnico, lembrando que a Ponte vem de cinco vitórias seguidas em casa.

A Ponte Preta também busca a vitória para encostar no retrospecto geral dos dérbis. São 66 vitórias alvinegras contra 68 do Guarani, além de 65 empates e um resultado desconhecido.