Esportes

Juventude vence Corinthians, escapa da queda e ajuda a rebaixar o Grêmio

Da Redação ·

Em uma rodada final de Campeonato Brasileiro com disputas emocionantes, o Juventude venceu o Corinthians por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, em Caxias do Sul, e, com a ajuda do Fortaleza, que bateu o Bahia, o time gaúcho conseguiu escapar do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Do outro lado, o time paulista perdeu a quarta colocação no torneio para o tricolor cearense e, assim, receberá R$ 1,6 milhão a menos como premiação pelo seu desempenho após 38 rodadas.

continua após publicidade

Em campo, o Corinthians apareceu com três surpresas. Lucas Piton, Gustavo Mosquito e Gabriel Pereira começaram como titulares, em uma aposta do técnico Sylvinho. Foram para o banco Fábio Santos, Willian e Renato Augusto. Fagner e Gabriel voltavam ao time após suspensão.

Já o Juventude contava com a força da torcida, que antes do jogo fez festa na chegada do time ao Alfredo Jaconi e lotou o estádio. O time de Caxias do Sul precisava vencer o time paulista e ainda torcer para que Bahia, que enfrentava o Fortaleza fora de casa, ou o Cuiabá, que visitava o Santos, perdessem na última rodada do Brasileirão.

continua após publicidade

Logo no começo da partida, o time alviverde pressionou o Corinthians. Após saída de bola errada da equipe do técnico Sylvinho, a bola sobrou para Jadson, que arriscou de fora da área, mas a bola foi para fora.

O time gaúcho chegou com perigo novamente aos 12 minutos. Em ótima cobrança de falta, Chico exigiu ótima defesa do goleiro Cássio, que quase se chocou com a trave, mas conseguiu espalmar a bola.

A missão do Juventude começou a ficar mais complicada, já que o Cuiabá abria o placar contra o Santos, em jogo disputado na Vila Belmiro. Mas, sem a informação, o jogo em Caxias do Sul seguia com os gaúchos exercendo forte pressão.

continua após publicidade

O Corinthians não conseguia sair do sufoco e quase levou o primeiro gol aos 23. Após cobrança de escanteio pela direita, a bola foi desviada e Rafael Foster, sozinho, de frente para o gol, escorou a bola, que bateu na trave e não entrou.

Pouco tempo depois, mais um resultado ruim para o Juventude - na Arena Castelão, o Bahia abria o placar em cima do Fortaleza. Com esses resultados, nem mesmo a vitória salvaria a equipe gaúcha. Em Porto Alegre, o Grêmio vencia o Atlético-MG por 3 a 2 (acabou 4 a 3), em outro resultado ruim para o torcedor do alviverde.

Até o fim do primeiro tempo, o Corinthians pouco conseguia avançar do meio-campo, mas na única chegada do primeiro tempo o time chegou a abrir o placar, mas o gol acabou anulado pela arbitragem. Fagner avançou pela direita e cruzou na medida para Jô, que cabeceou para o gol, mas Rodolpho Toski Marques marcou empurrão do atacante no zagueiro Quintero - em um lance bem polêmico.

continua após publicidade

Ao menos uma boa notícia para o Juventude no final da primeira etapa. Em Fortaleza, a equipe cearense empatava com o Bahia. Agora, mais uma vez, os gaúchos dependiam apenas de uma vitória contra o Corinthians para permanecerem na Séria A.

O segundo tempo começou e o panorama da partida disputada na Serra Gaúcha manteve-se o mesmo: o Juventude pressionando o Corinthians e o time paulista apenas se defendendo.

continua após publicidade

A primeira boa chegada na segunda etapa surgiu aos 15. Wescley, que havia entrado no time do Sul no intervalo, carregou a bola pelo meio e arriscou de longe, mas a bola foi para fora. Aos 21, mais uma oportunidade parecida - Paulo Henrique conduziu como quis e bateu forte de fora da área, mas a bola passou à esquerda da meta defendida por Cássio.

Depois dos 30 minutos do segundo tempo, o Juventude parecia fadado ao rebaixamento. O time já não conseguia mais pressionar o Corinthians e seus jogadores estavam visivelmente nervosos. Mas as coisas começaram a dar certo - primeiro, o Fortaleza virava em cima do Bahia e assim, o empate já servia para o time gaúcho.

Mas as coisas melhoraram para o time do técnico Jair Ventura. Aos 34, Gabriel Pereira desviou com a mão uma bola dentro da área. Alertado pelo VAR (Árbitro de Vídeo), a arbitragem assinalou o pênalti. Na cobrança, Chico deslocou Cássio e fez o gol do alívio da torcida do Juventude.

continua após publicidade

Depois, até o fim do jogo, os gaúchos apenas tocaram a bola no campo de ataque. Mas ainda deu tempo para Fagner se irritar com Capixaba, que segurava a bola no campo de ataque, e deu um chute forte no rival. Acabou expulso com justiça por jogada violenta.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 1 x 0 CORINTHIANS

continua após publicidade

Juventude - Douglas Friedrich; Paulo Henrique, Vitor Mendes, Quintero (Roberson, depois Didi) e Rafael Forster; Jadson (Bruninho), Dawhan (Ricardinho), Chico e Guilherme Castilho (Wescley); Capixaba e Sorriso. Técnico: Jair Ventura.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Gabriel (Adson), Du Queiroz e Giuliano; Gustavo Mosquito (Roni), Jô (Mantuan) e Gabriel Pereira (Vitinho). Técnico: Sylvinho.

continua após publicidade

GOL - Chico (pênalti), aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gil e Roni.

CARTÃO VERMELHO - Fagner.

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

RENDA - Não divulgada.

PÚBLICO - 18.413 pagantes.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).