Jogos de tênis desta quinta-feira em Nova York são adiados em apoio a protestos - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Jogos de tênis desta quinta-feira em Nova York são adiados em apoio a protestos

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Em apoio aos protestos contra o racismo nos Estados Unidos, as principais entidades de tênis adiaram os jogos previstos para serem disputados nesta quinta-feira, em Nova York. A cidade sedia o Torneio de Cincinnati (Masters 1000 na versão masculina e Premier 5, na feminina) de forma excepcional, devido à pandemia do novo coronavírus.

"Como esporte, o tênis está assumindo coletivamente uma postura contra a desigualdade racial e a injustiça social, que mais uma vez estão em evidência nos Estados Unidos. A USTA, a ATP e a WTA decidiram reconhecer este momento pausando o torneio nesta quinta-feira, dia 27 de agosto. Os jogos serão retomado na sexta-feira, 28 de agosto", afirma comunicado assinado pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), pela Associação do Tênis Feminino (WTA) e pela Associação de Tênis dos EUA (USTA).

A decisão veio poucas horas após a tenista japonesa Naomi Osaka decidir desistir do torneio após avançar às semifinais. "Como muitos de vocês devem saber, eu estava escalada para jogar a semifinal amanhã (quinta). Entretanto, antes de ser uma atleta profissional, sou também uma mulher negra. E, como mulher negra, eu sinto que tem coisas mais importantes e que merecem atenção mais imediata do que me ver jogar uma partida de tênis", escreveu Osaka em suas redes sociais.

O movimento da atual número 10 do mundo levou as entidades a repensar a programação desta quinta, quando seriam disputadas as semifinais tanto da chave masculina quanto da feminina. A organização ainda não informou se a decisão levará o torneio a se estender até o sábado ou se semifinais e finais serão disputadas todas no mesmo dia, na sexta-feira. Inicialmente, a programação previa que o torneio fosse finalizado na sexta.

A decisão da ATP, WTA e USTA seguem movimento iniciado pela NBA, que adiou seus três jogos dos playoffs agendados para esta quarta. A iniciativa de sugerir não entrar em quadra foi do Milwaukee Bucks, que recebeu o apoio dos demais times. O mesmo aconteceu com a WNBA, que suspendeu todas as partidas do dia.

Jogos também foram suspensos na principal competição de beisebol do mundo, a Major League Baseball (MLB), e na Major League Soccer - cinco dos seis jogos do torneio de futebol foram adiados. Todas as modalidades demonstraram apoio aos protestos antirracistas, motivados por mais um episódio de racismo nos EUA. No domingo, Jacob Blake, um homem negro, foi alvejado com sete tiros nas costas por policiais no estado de Wisconsin. A cena foi filmada e as imagens geraram rápida repercussão mundial nos últimos dias.

No tênis, o Torneio de Cincinnati está sendo disputado este ano em Nova York para reduzir os riscos de contaminação dos tenistas e suas equipes. As principais entidades do tênis criaram uma "bolha" na cidade, que vai receber, como de costume, o US Open, a partir do dia 31, próxima segunda-feira. Assim, a mudança na programação geral de Cincinnati afetará o tempo de descanso dos tenistas entre uma competição e outra.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Jogos de tênis desta quinta-feira em Nova York são adiados em apoio a protestos"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.