Jogadores do Corinthians enfrentam protesto e precisam correr em aeroporto - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Jogadores do Corinthians enfrentam protesto e precisam correr em aeroporto

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Os jogadores do Corinthians desembarcaram na noite deste domingo no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, sob protesto de torcedores. Os atletas foram cercados e tiveram de correr para entrar no ônibus que aguardava a delegação do lado de fora. Os seguranças do clube e do aeroporto tiveram de intervir para tentar separar os torcedores, que xingavam e ameaçavam os atletas. Não houve agressão física vista nas imagens.

O Corinthians voltou do Rio de Janeiro depois de perder para o Fluminense por 2 a 1, no estádio do Maracanã. O resultou deixou a equipe à beira da zona de rebaixamento, com apenas nove pontos em nove partidas disputadas no Campeonato Brasileiro.

Em imagens da TV Gazeta e outras que circulam nas redes sociais, é possível identificar torcedores com camisas da Gaviões da Fiel, principal organizada do clube. Em seu perfil no Twitter, a Gaviões escreveu "o Corinthians não é brincadeira" após o tumulto no aeroporto.

O goleiro Cássio foi bastante cobrado pelos torcedores e permaneceu caminhando cercado pelos seguranças até o ônibus. Entre outro vídeo, é possível ver o zagueiro Gil conversando com alguns torcedores. Jogadores como o colombiano Cantillo, o volante Éderson e o chileno Araos aparecem correndo para entrar no veículo.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Jogadores do Corinthians enfrentam protesto e precisam correr em aeroporto"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.