Esportes

Jogador de 14 anos se torna o mais jovem a assinar contrato profissional na MLS

Da Redação ·

O New York City, time da MLS, anunciou a contratação do meio-campista Maximo Carrizo, um garoto de apenas 14 anos. A assinatura do contrato, realizada na segunda-feira, torna o menino o jogador mais jovem da liga americana a possuir um vínculo profissional com um clube.

continua após publicidade

A MLS já tem algum histórico de adolescentes nos times principais. O recorde, até então, era de Alex Kei, atacante que assinou com o Real Salt Lake ainda em janeiro deste ano, quando tinha 14 anos e 15 dias. Carrizo, por sua vez, firmou o contrato justamente no dia em que completou 14.

"É inspirador ver como o NYCFC produz talentos e como os jogadores locais ganham oportunidades de jogar no time principal. Sei que isso levará algum tempo, mas estou disposto a ser paciente e aprender com o incrível grupo de jogadores e treinadores que temos neste clube", afirmou o garoto.

continua após publicidade

Apesar de estar à disposição para jogar na MLS, a tendência é que Carrizo seja aproveitado inicialmente no New York FC II, uma espécie de time B afiliado à MLS Next Pro, terceira divisão do sistema de ligas norte-americano, que terá sua primeira edição nesta temporada. De qualquer forma, o menino já teve algumas experiências com a equipe principal, pois participou das viagens de pré-temporada neste início de ano.

"Maximo está agora no início de sua jornada como profissional. Os próximos estágios de seu desenvolvimento, nos próximos anos, serão garantir que ele maximize seu potencial, trabalhando com nossos treinadores e toda a equipe de apoio da academia, do NYCFC II e do time principal", disse o diretor esportivo David Lee.

O New York City já teve outros talentos bastante jovens integrando seu elenco principal. Um dos exemplos é o zagueiro Joe Scally, que assinou o primeiro contrato profissional com 15 anos, em 2018, e hoje, com 19, é jogador do Borussia Mönchengladbach, da primeira divisão do Campeonato Alemão.