Esportes

Inter confirma nova diretoria, que pede paz e acredita em título do Brasileirão

Da Redação ·

O novo presidente do Internacional, Alessandro Barcellos, assume o clube no próximo dia 4, mas nesta terça-feira já anunciou a nova diretoria. João Patrício Hermann será seu vice-presidente e Paulo Bracks substitui Rodrigo Caetano como diretor executivo de futebol. Hermann pediu paz no comando da equipe e mostrou confiança na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

continua após publicidade

"João Patrício Hermann será o novo vice-presidente de futebol a partir da nossa posse no dia 4 de janeiro. Capitaneados pelo Abel (Braga, técnico), tenho certeza que foi a decisão certa para assim continuarmos na briga pelo título brasileiro", disse Barcellos.

"Um momento muito importante na minha história dentro do clube. É um momento de transição diferente. Foi uma eleição difícil. Precisamos harmonizar as coisas e ter paz", pediu Hermann, tentando esfriar o agitado bastidor político do clube. "Me sinto extremamente preparado para esse desafio, sei o tamanho da responsabilidade. Nada será feito sozinho. Confiarei nos profissionais do futebol, sempre respaldado no plano de gestão", observou.

continua após publicidade

O vice-presidente mostrou respeito a Abel Braga e mostrou que o foco da nova administração será em recolocar o time na briga pelo título, mesmo com nove pontos de desvantagem sobre o São Paulo.

"Nossa ideia é, a partir do anúncio, trabalhar com a realidade do departamento de futebol este final de temporada. Nos 11 jogos que restam, com comissão técnica capitaneada pelo Abel, que prontamente atendeu nosso pedido. Esse é o caminho para a gente disputar o título do Brasileiro e buscar a classificação para a Libertadores. Isso faz parte do contexto do ano de 2021", comentou.

O treinador aceitou dirigir a equipe até fevereiro, quando termina o Brasileirão. Mesmo com o espanhol Miguel Ángel Ramirez encaminhado, o clube se esforça para garantir que não há nada certo.

continua após publicidade

"Não haverá transição de técnicos. Nosso técnico é o Abel Braga. Não tem nada com nenhum treinador. Nada assinado ou adiantado. Daremos todo respaldo ao Abel. Nada muda no vestiário do Inter até o dia 24 de fevereiro", afirmou Hermann. "Temos 11 jogos para buscar a classificação para a Libertadores e, quem sabe, alguma coisinha a mais. Vamos devagar e com muita tranquilidade. O foco agora é no Brasileirão".

A direção aproveitou para revelar que a renovação do lateral-direito Saravia está bem encaminhada. O clube deve prorrogar o acordo até o fim de 2022. "A situação do Renzo Saravia está muito bem encaminhada. Jogador de seleção. Quer jogar a Copa de 2022. Espero que a gente, na virada do ano, consiga confirmar, falta trocar alguns papéis", completou Hermann.