Inter bate o Ceará no Castelão e assume a vice-liderança do Campeonato Brasileiro - TNOnline
Mais lidas

    Esportes

    Esportes

    Inter bate o Ceará no Castelão e assume a vice-liderança do Campeonato Brasileiro

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 07.01.2021, 21:13:00 Editado em 07.01.2021, 21:20:01
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O Internacional conquistou uma importante vitória no Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira. Mesmo sem o artilheiro Thiago Galhardo, suspenso, a equipe de Abel Braga visitou o Ceará no Castelão e venceu o rival por 2 a 0. Com o resultado, assumiu a vice-liderança da competição nacional com 50 pontos.

    Apesar da vitória, o jogo não foi nada fácil para os colorados. Foi o Ceará quem teve mais volume de jogo no primeiro tempo, enquanto o Inter teve dificuldades em segurar os atacantes da casa, principalmente nos contra-ataques. Foram os mandantes que tiveram as melhores chances do jogo na primeira etapa. Em contrapartida, os gaúchos pouco conseguiram criar, com dificuldades em passar do meio de campo através do toque de bola.

    Mas, no segundo tempo, brilharam as estrelas de Yuri Alberto e Caio Vidal. O Inter passou a atacar mais, conseguiu se impor defensivamente e aproveitou as chances que teve. Agora, fica apenas a seis pontos do líder São Paulo, deixando para trás Atlético-MG e Flamengo, na 3ª e 4ª posição, respectivamente.

    O JOGO - A primeira grande chance aconteceu aos 14 minutos. Marcelo Lomba se atrapalhou com a bola nos pés e foi interceptado por Cléber, mas o arqueiro acabou consertando o erro ao bloquear o chute de Charles, que recebeu de frente para o gol na entrada da grande área.

    O atacante Cléber deu muito trabalho para os defensores do Inter no início, o que refletiu a postura do Ceará, que então estava melhor. Porém, aos 19 minutos, Samuel Xavier acertou a mão na cara de Patrick e levou o primeiro cartão do jogo. Pendurado, não encara o Flamengo no próximo compromisso.

    Aos 29 minutos, após entrada forte de Charles em Caio Vidal, que evitou o contra-ataque dos gaúchos, o juiz acabou punido o jogador cearense com cartão amarelo. Na reta final, aos 39, de novo em contra-ataque do Ceará, Moisés salvou a vida do Inter ao interceptar a bola que ia redonda para Fernando Sobral que, de carrinho, abriria o placar para os mandantes.

    Aos 45, Samuel Xavier finalizou na entrada da área, mas Lomba encaixou, dando fim às grandes chances do primeiro tempo. Na volta dos vestiários, o Inter começou no ataque e teve oportunidade de cabeça com Yuri Alberto, mas a bola ficou com o goleiro Richard. No ataque seguinte, Lomba travou chute de Sobral dentro da pequena área.

    O segundo tempo começou quente. Apesar de o Ceará continuar buscando o gol, foi o Inter quem abriu o placar. Em contra-ataque rápido, Caio Vidal recebeu passe de Edenilson, invadiu a área e, mesmo pressionado por um defensor rival, chutou mascado. A bola terminou no fundo das redes do Ceará. Este é o primeiro gol do atacante como profissional.

    O gol deu mais confiança ao Inter, que se arriscou a trocar mais passes no campo de ataque. Mas a desvantagem não desanimou o Ceará, que continuou marcando em cima, pressionando a saída de bola. Aos 14 minutos, Bruno Pacheco foi punido com cartão amarelo após disputa de bola com Caio Vidal.

    Do outro lado, dois minutos depois, Yuri Alberto também recebeu a advertência. Outro que estava pendurado no Inter e não enfrenta o Goiás. Mas, em compensação, o técnico Abel Braga terá a volta de Thiago Galhardo. O jogo começou a ficar mais pegado neste momento. Cuesta interrompeu uma jogada perigosa de Lima aos 18 minutos com carrinho violento, sendo contemplado com um amarelo. Na cobrança, Vina chutou forte, mas a bola passou sobre a meta colorada.

    Aos 25 minutos, Abel realizou duas alterações de olho em segurar investidas do Ceará, que acabou diminuindo o ritmo depois de sofrer o gol. O Ceará também mexeu, mas quase que imediatamente Yuri Alberto jogou um balde de água fria. Após lançamento longo de Moledo, o atacante aproveitou rebatida, dominou, entrou na área e tocou por cima de Richard.

    O clima esquentou ainda mais no fim. Lomba saiu machucado com muitas dores no joelho esquerdo, tiveram duas entradas duras: de Abel Hernández e Lima. Alguns jogadores chegaram a discutir de forma mais exaltada. Tudo isso fez o juiz acrescentar oito minutos ao relógio.

    O jogo então começou a não andar mais, com muita confusão e ânimos exaltados. Uma forte entrada e Wescley em Abel Hernández fez com que a partida fosse paralisada mais uma vez. Em seguida, Lima tentou um chute de fora da área, mas Daniel, que substituiu Lomba e não jogou por todo ano de 2020, ficou com ela.

    Pouco depois, Edenilson entrou duro em Lima na intermediária e recebeu amarelo. O volante é outro jogador que estava pendurado no Inter. O próprio jogador do Ceará bateu a falta, que passou acima do gol de Daniel, dando fim assim a todos os lances perigosos da noite.

    FICHA TÉCNICA:

    CEARÁ 0 X 2 INTERNACIONAL

    CEARÁ - Richard; Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho (Wescley) e Charles (Lima); Vina, Fernando Sobral (Pedro Naressi) e Léo Chú; Cléber (Saulo Mineiro). Técnico: Guto Ferreira.

    INTERNACIONAL - Marcelo Lomba (Daniel); Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado e Edenilson; Praxedes (Rodrigo Lindoso), Patrick e Caio Vidal (Abel Hernández); Yuri Alberto (Leandro Fernández). Técnico: Abel Braga.

    GOLS - Caio Vidal, aos 7, Yuri Alberto aos 31 minutos do segundo tempo.

    CARTÕES AMARELOS - Samuel Xavier, Charles, Bruno Pacheco, Yuri Alberto, Victor Cuesta, Pedro Naressi, Abel Hernández, Lima, Wescley e Edenilson.

    ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

    RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

    LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Esportes

    Deixe seu comentário sobre: "Inter bate o Ceará no Castelão e assume a vice-liderança do Campeonato Brasileiro"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.