Esportes

Ídolo santista, Giovanni será auxiliar técnico de interino no domingo

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Ídolo do Santos, o ex-meia-atacante Giovanni estará no banco de reservas da equipe para a partida contra o Atlético-GO, no domingo, pela 16ª rodada do Brasileirão. Ele vai atuar como auxiliar técnico de Marcelo Fernandes, que comandará o time santista de forma interina após a demissão de Fabián Bustos, nesta quinta-feira.

continua após publicidade

De acordo com o clube, a ideia de reforçar a comissão técnica, destituída com a saída de Bustos, partiu de comum acordo entre o treinador interino e o presidente Andres Rueda em reunião realizada nesta quinta, no CT Rei Pelé.

Pela manhã, a direção do Santos demitiu Bustos e toda a comissão que o acompanhava. Deixaram o clube, assim, os auxiliares Lucas Ochandorena e Carlos Caicedo e o preparador físico Marcos Conenna. Também saíram o executivo de futebol Edu Dracena, o gerente de futebol Guilherme Lipi e o assessor do gerente Arnaldo Hase.

continua após publicidade

Marcelo Fernandes, auxiliar permanente do clube, assumiu interinamente, como já fizera em outras oportunidades. A princípio, ele vai comandar o time tanto no fim de semana quanto no clássico com o Corinthians, na quarta-feira, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Inicialmente, Giovanni será auxiliar apenas contra o Atlético-GO. Mas, dependendo do seu desempenho, poderá seguir na função também no clássico decisivo, no qual o Santos tentará reverter a goleada de 4 a 0 sofrida no jogo de ida.

Um dos grandes ídolos da história santista, Giovanni somou três passagens pela equipe, sendo a mais marcante entre os anos de 1995 e 1996. Na ocasião, em 1995, foi o principal jogador na campanha do vice-campeonato brasileiro do Santos. No ano seguinte, ele se transferiu para o Barcelona.

Em 2005, em nova passagem pela equipe santista, participou da conquista do Campeonato Paulista do ano seguinte. Ele levantou o mesmo troféu também em 2010, em sua última passagem pelo clube. Naquele ano, também esteve no time campeão da Copa do Brasil.