Esportes

Hipismo brasileiro se classifica à final do salto por equipes nos Jogos de Tóquio

Da Redação ·

Depois da eliminação do Brasil no hipismo na prova do salto individual, foi a vez de Pedro Veniss, Marlon Zanotelli e Rodrigo Pessoa saltarem na competição por equipes nesta sexta-feira. Em uma combinação de bons tempos e, na média, poucos erros, os cavaleiros brasileiros se garantiram na final na oitava colocação, com 25 penalizações e um percurso total de 260.81, somando os quesitos dos três competidores. Dez países se classificavam para a decisão.

continua após publicidade

Marlon Zanotelli, sétimo colocado no ranking mundial de hipismo, foi o primeiro a estrear na prova de salto por equipes. E foi muito bem, com nenhum erro apontado e um tempo de 81s37. Depois, os brasileiros foram gradativos e pioraram um pouco a média, com Pedro Veniss tendo cinco penalizações e Rodrigo Pessoa, em má apresentação, com 20.

O Brasil tem um retrospecto recente que dá esperanças na final do salto por equipes. O País foi campeão dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em 2019, tendo Marlon Zanotelli e Pedro Veniss como dois dos quatro integrantes na época. Já Pessoa é o único campeão olímpico brasileiro do hipismo, porém na prova individual, em Atenas-2004, na Grécia.

continua após publicidade

Os países que lideraram a prova disputada nesta sexta-feira foram a Suécia, com nenhuma penalização em todos os percursos - com Peder Fredricson, Henrik von Eckermann e Malin Baryard-Johnsson, que terminaram a prova individual com a prata, o quarto e o quinto lugar, respectivamente. Os suecos foram seguidos por Bélgica e Alemanha, com quatro pontos. A decisão do salto por equipes será neste sábado, às 7 horas (de Brasília).