Esportes

Haas mantém pintura inspirada na Rússia e abre temporada de lançamentos da F-1

Da Redação ·

A Haas furou a fila e apresentou nesta sexta-feira a primeira pintura de um carro para a temporada 2022 da Fórmula 1. Sem alarde, os americanos confirmaram na quinta que fariam o lançamento do design do VF-22 e agora mostraram ao mundo através de imagens digitais.

continua após publicidade

Como já vinha acontecendo em outros anos, a Haas apresenta apenas a pintura, deixando no ar o suspense de como vai vir o novo carro. A tendência, considerando a falta de filmagens e coisas parecidas, é que o VF-22 verdadeiro só apareça mesmo nos testes de pré-temporada, em Barcelona, no próximo dia 23. O layout mantém o conceito predominantemente branco, com o vermelho e o azul em segundo plano, se inspirando na bandeira da Rússia, assim como em 2021.

Por mais que a pintura seja sempre um momento aguardado, isso virou quase que mero detalhe para 2022. É que a Fórmula 1 passa por sua principal revolução de regulamento em muito tempo e, assim, cada novo aparato aerodinâmico vai chamar bem mais atenção nos próximos dias.

continua após publicidade

"É animador estar no ponto onde sabemos sabendo que o VF-22 estará na pista em breve. Todos nós sabemos o que o time é capaz, já provamos isso no passado, e com esse novo carro, nascido de um novo regulamento e com nosso novo design, estou confiante que podemos mostrar novamente que podemos competir nos fins de semana. Foi um grande esforço de todos os envolvidos, e agora chega a parte divertida de colocar o carro na pista e alinhar os elementos. A última temporada foi longa, mas estou confiante que 2022 nos verá de volta ao bolo com o VF-22", comentou o chefe de equipe Guenther Steiner.

Depois de dois anos amargando o fundo do pelotão, a Haas tem perspectivas melhores para 2022. Em 2020, um projeto equivocado fez o time fazer apenas três pontos, mas que foram suficientes para bater uma zerada Williams. Em 2021, no entanto, a equipe britânica subiu de nível e jogou os americanos para a lanterna.

"Os outros deveriam ter feito uma vantagem maior, eles desenvolveram seus carros", disse Steiner. "As últimas duas corridas foram muito estranhas para mim. Na Arábia Saudita, aonde a volta é muito longa, nós estávamos apenas 0s150 atrás. E lutamos na corrida com uma das Williams. Talvez eles estivessem mais lentos?", questionou.

A pré-temporada da Fórmula 1 começa entre os dias 23 e 25, em Barcelona. E a próxima apresentação marcada é a da Red Bull, na próxima quarta-feira.