Esportes

Guarani rescinde com Éder Sciola, terceiro a deixar o clube após o Paulistão

Da Redação ·

O lateral-direito Éder Sciola teve o seu contrato rescindido com o Guarani nesta quinta-feira. Fora dos planos do clube para a Série B do Campeonato Brasileiro, ele se tornou o terceiro atleta a sair após o Campeonato Paulista. Antes, Airton e Romércio já haviam deixado o time de Campinas (SP).

continua após publicidade

"O Guarani FC comunica o encerramento de contrato do lateral Éder Sciola. Contratado para a disputa do Campeonato Paulista de 2021, o atleta não teve seu contrato renovado, foi liberado dos treinamentos na tarde de ontem, e já está livre para novas oportunidades. O clube agradece ao profissional pelos serviços prestados e deseja sucesso na sequência da carreira", disse a nota oficial.

A saída de Éder Sciola, contratado em fevereiro e que fez só oito jogos, sendo três como titular, também tem a ver com a provável contratação do lateral-direito Diogo Mateus, da Ferroviária. As partes já chegaram a um acordo e resta apenas o anúncio oficial.

continua após publicidade

Diogo Mateus tem 28 anos e chegaria por empréstimo. Ele foi titular no clube de Araraquara (SP) durante o Paulistão e jogou também por Ponte Preta, Criciúma e Coritiba.

O Guarani também analisa o nome do seu novo treinador, após a demissão de Allan Aal. O mais cotado é Léo Condé, que tem contrato com o Novorizontino. O clube estuda até mesmo pagar a multa rescisória para contar com o técnico.

A estreia do Guarani na Série B será contra o Vitória no próximo dia 28, uma sexta-feira, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.