Esportes

Guarani perde do Operário-PR por 3 a 0 e segue na lanterna da Série B

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Guarani continua dando vexame no Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo atuando no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, nesta segunda-feira à noite, perdeu para o Operário-PR por 3 a 0 na abertura da 11ª rodada. Sem vencer há sete jogos, o time paulista segue na lanterna, com apenas nove pontos. O time do Paraná se recuperou de duas derrotas consecutivas e subiu para a quinta posição, com 15 pontos.

continua após publicidade

O Operário-PR vinha de derrotas para o Cruzeiro, em casa, e para o Londrina, fora. Além de se reabilitar, conquistou sua primeira vitória fora de seus domínios. Os seus três gols saíram em chutes de fora da área e o deixaram com o melhor ataque da competição, com 14 gols.

Silvinho marcou no primeiro tempo e o Guarani desperdiçou um pênalti com Giovanni Augusto, no começo do segundo tempo, defendido por Vanderlei. Depois, o time da casa perdeu Diogo Mateus expulso e, mesmo com um jogador a menos, tentou pressionar o adversário. Nos contra-ataques, sofreu mais dois gols de fora da área, em chutes de Tomas Bastos e Giovanni Pavani.

continua após publicidade

O Guarani começou a partida fazendo jus ao fator casa, com mais posse de bola e fazendo pressão na área adversária nos 15 primeiros minutos. A melhor chance veio aos oito, quando Giovanni Augusto cruzou na área e Lucão do Break chegou cabeceando, mas mandou por cima.

Depois disso, o Operário-PR foi ganhando espaço e equilibrou a partida. Mais ajeitado taticamente, o time visitante conseguiu abrir o placar aos 37 minutos. Fernando Neto foi até a linha de fundo e rolou para trás, encontrando Silvinho, que da meia lua, deu um chute forte e mandou a bola para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, o Guarani teve a chance de deixar tudo igual no placar logo aos dois minutos. Depois de um escanteio cobrado na área, a bola bateu no braço de Silvinho e o árbitro marcou pênalti. Giovanni Augusto foi para a cobrança, bateu forte, mas Vanderlei conseguiu fazer dar um tapa na bola, que subiu e explodiu no travessão antes de sair.

continua após publicidade

Do outro lado, o Operário-PR quase ampliou aos 27 minutos, em uma cobrança de falta de Paulo Sérgio que explodiu no travessão. A partir daí, o Guarani se mandou ao ataque como pôde, mas o time visitante conseguiu se defender bem e com mais espaço, fez mais dois gols em contra-ataques. Aos 38 minutos, Tomas Bastos recebeu na intermediária e bateu com categoria por cima de Maurício Kozlinski. Já aos 42 minutos, Giovanni Pavani, de fora da área, acertou o chute e a bola acabou no ângulo direito do goleiro bugrino, que saltou em vão. Placar final: 3 a 0.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da 12ª rodada da Série B. No sábado, o Operário-PR recebe o Bahia, no estádio Germano Kruger, às 18h30, em Ponta Grossa (PR). No domingo, o Guarani visita o Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi, às 11h, em duelo paulista.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

GUARANI 0 X 3 OPERÁRIO-PR

GUARANI - Maurício Kozlinski; Diogo Mateus, Leandro Castan, Ronaldo Alves (Ernando) e Matheus Pereira; Índio (Lucas Ramon), Rodrigo Andrade, Yago (Júlio César) e Giovanni Augusto (Silas); Bruno José (Ronald) e Lucão do Break. Técnico: Marcelo Chamusca.

continua após publicidade

OPERÁRIO-PR - Vanderlei; Arnaldo, Thales, Alemão (Felipe Garcia) e Fabiano; Reniê, Ricardinho, Fernando Neto (Tomas Bastos) e Rafael Chorão (Giovanni Pavani); Paulo Sérgio (Júnior Brandão) e Silvinho (Felipe Saraiva). Técnico: Claudinei Oliveira.

ÁRBITRO - Maguielson Lima Barbosa (DF).

GOLS - Silvinho, aos 37 minutos do primeiro tempo. Tomas Bastos, aos 38, e Giovanni Pavani, aos 42 minutos do segundo tempo.

continua após publicidade

CARTÕES AMARELOS - Diogo Mateus e Júlio César (Guarani). Rafael Chorão e Felipe Saraiva (Operário-PR).

CARTÃO VERMELHO - Diogo Mateus (Guarani).

RENDA - R$ 27.540,00.

PÚBLICO - 2.008 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).