Grupo de torcedores do Flamengo protesta no Ninho do Urubu: 'Time sem vergonha' - TNOnline
Mais lidas

    Esportes

    Esportes

    Grupo de torcedores do Flamengo protesta no Ninho do Urubu: 'Time sem vergonha'

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 12.01.2021, 15:23:00 Editado em 12.01.2021, 15:32:44
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Aos gritos de "Time sem vergonha" e "Acabou o amor, isso aqui vai virar um inferno", cerca de 60 torcedores estiveram, neste início de tarde de terça-feira, na entrada do Ninho do Urubu, para protestar contra o atual momento da equipe do Flamengo.

    Todos os jogadores tiveram dificuldades para entrar no CT, pois seus carros eram cercados por torcedores, que chegaram a atirar ovos em direção aos vidros dos automóveis, apesar do reforço policial no local.

    O Flamengo perdeu seus dois últimos jogos pelo Campeonato Brasileiro, diante de Fluminense (1 a 2) e Ceará (0 a 2) e desperdiçou a oportunidade de se aproximar do líder São Paulo também derrotado nas últimas duas rodadas.

    O time permanece com 49 pontos e caiu para a quarta colocação, sendo superado por Internacional e Atlético-MG. O Flamengo vai ficar um temo fora do Rio, pois encara o Goiás, na próxima segunda-feira, em Goiânia, e depois o Palmeiras em Brasília e o Athletico-PR em Curitiba.

    A cobrança sobrou até para os jogadores da categoria sub-20, que também chegavam para o treino da tarde, por terem sido eliminados na Copa do Brasil no domingo passado pelo Athletico-PR.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Esportes

    Deixe seu comentário sobre: "Grupo de torcedores do Flamengo protesta no Ninho do Urubu: 'Time sem vergonha'"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.