Grêmio perde do Caxias de virada, mas leva tricampeonato gaúcho pelo gol agregado - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Esportes

Grêmio perde do Caxias de virada, mas leva tricampeonato gaúcho pelo gol agregado

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Depois de 30 anos, o Grêmio é tricampeão gaúcho. Este é o seu 39.º título estadual, que o mantém ainda atrás do rival Internacional, colecionador de 45 títulos no Rio Grande do Sul. A conquista foi confirmada, neste domingo à tarde na Arena Grêmio em Porto Alegre, mesmo com a derrota para o Caxias, por 2 a 1, de virada. O Grêmio se tornou campeão pela vantagem no gol agregado (3 a 2) porque tinha vencido na ida por 2 a 0.

O tropeço derrubou uma série de 16 jogos de invencibilidade gremista e valorizou o vice-campeonato do Caxias. Campeão do primeiro turno, o time adia o sonho de ser o melhor do estado por duas vezes, após o título de 2000. Na época sob o comando de Tite, atual técnico da seleção brasileira. Agora vai disputar a Série D do Brasileiro.

O Grêmio entrou em campo bastante tranquilo, porque poderia perder por até um gol de diferença. O técnico Renato Gaúcho armou o time no esquema 4-3-3, com as voltas de titulares importantes como o zagueiro Kannemann e o atacante Diego Souza, além de dar oportunidade para Éverton iniciar o jogo pelo lado esquerdo.

O Caxias, de Rafael Lacerda, precisava vencer por dois gols para forçar a decisão nos pênaltis ou aplicar uma vitória por três gols de diferença, o que não acontece com o Grêmio há um ano. O time do interior entrou em campo com duas novidades no ataque: Claudinho e Marcelo Campanholo.

Como já tinha ocorrido no primeiro jogo, o Grêmio iniciou no ataque. Tanto que abriu o placar aos 14 minutos, em jogada iniciada pela direita em cruzamento alto de Victor Ferraz. Na quina da pequena área, Éverton bateu cruzado de primeira e a bola bateu no pé da trave. O rebote ficou com Diego Souza, que ajeitou com o bico da chuteira e bateu de virada. Um belo gol.

Nesta altura, o Grêmio tinha ampla vantagem no placar agregado: 3 a 0. O visitante ainda tentou ir ao ataque, mas ameaçou apenas em poucos chutes de longa distância. Os gremistas, aos poucos, se acomodaram em campo e foram castigados nos minutos finais.

Aos 42 minutos, Ivan cobrou escanteio e o zagueiro Laércio se antecipou, cabeceando de cima para baixo. Ele superou Pedro Geromel e goleiro Vanderlei.

O segundo tempo começou com o Caxias mudado. Saiu o marcador Marabá para a entrada de Bruninho, com a orientação de forçar o ataque pelo lado direito. Depois o técnico Rafael Lacerda tirou Campanholo para a entrada de Vinícius Baiano. Com a marcação adiantada e no toque de bola, o Caxias encurralou o Grêmio na defesa.

A virada saiu aos nove minutos, quando Bruninho invadiu a área pelo lado direito e chutou forte, a bola desviou em Kannemann e encobriu o goleiro Vanderlei. Na tentativa de tirar seu time da defesa, Renato Gaúcho fez duas trocas com as entradas de Isaque e Luiz Fernando, respectivamente, nas vagas de Jean Pyerre e Éverton.

Mas o jogo ganhou aspectos de tensão. O Grêmio só ameaçou aos 37 minutos, num chute com o pé direito do meia Thiago Neves que tinha entrado no lugar do volante Lucas Lima. Aos 41 minutos, o técnico gremista fez a opção por se defender, tirando o atacante Diego Souza para que o zagueiro David Braz pudesse reforçar a marcação.

Até os 50 minutos, com cinco de acréscimos, foram momentos de muita emoção. Vanderlei fez grande defesa aos 48 minutos, num chute do zagueiro Laércio. O sufoco só acabou com o apito final do árbitro Anderson Daronco.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 2 CAXIAS

GRÊMIO Vanderlei; Victor Ferraz, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Lucas Silva (Thiago Neves), Darlan (Maicon), Jean Pyerre (Isaque) e Éverton (Luiz Fernando); Alisson e Diego Souza (David Braz). Técnico: Renato Gaúcho.

CAXIAS - Marcelo Pitol; Ivan, Laércio, Thiago Salles e Bruno Ré; Juliano, Marabá (Bruninho), Carlos Alberto (Yuri) e Diogo Oliveira; Claudinho e Marcelo Campanholo (Vinícius Baiano). Técnico: Rafael Lacerda.

GOLS - Diego Souza aos 14 e Laércio aos 42 minutos do primeiro tempo. Bruninho, aos 9 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco

CARTÕES AMARELOS - Luiz Fernando e Thiago Neves (Grêmio). Thiago Sales (Caxias).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Grêmio perde do Caxias de virada, mas leva tricampeonato gaúcho pelo gol agregado"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.