Esportes

Grêmio bate o Guarani, encerra jejum como visitante e vira vice-líder da Série B

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Grêmio aumentou sua sequência invicta na Série B do Campeonato Brasileiro e, de quebra, voltou a vencer fora de casa. Na noite desta sexta-feira, visitou o Guarani, pela 22.ª rodada, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, e venceu por 2 a 1, com gols de Villasanti e Biel, um em cada tempo. João Victor diminuiu, mas praticamente no último lance.

continua após publicidade

Agora, o time gaúcho está há 16 jogos sem perder, com nove empates e sete vitórias. A comemoração é ainda maior, já que o Grêmio volta a vencer como visitante após mais de três meses. A última vez, e única na Série B, havia sido em 27 de abril, quando superou o Operário, por 1 a 0, em Ponta Grossa (PR). Com o resultado, os gaúchos assumiram a vice-liderança, com 40 pontos, ultrapassando o Vasco, com 39. O Bahia, que joga no sábado contra o CSA, ainda pode roubar a segunda posição.

O Guarani, por outro lado, não vence há cinco jogos, com três derrotas, duas delas seguidas. A má sequência vem após surpreendente vitória, por 1 a 0, diante do líder Cruzeiro. Assim, estacionou nos 19 pontos, dentro da zona de rebaixamento, em 18.º lugar, à frente apenas de Vila Nova, também com 19 ( 3 a 2 em vitórias), e do lanterna Náutico, com 18.

continua após publicidade

O Grêmio foi o primeiro a assustar e quase marcou com Lucas Leiva, que fez sua segunda partida em seu retorno, a primeira como titular. Após cobrança de escanteio, o meia cabeceou com muito perigo, mas por cima do gol. Apesar de chegar ao ataque com alguns cruzamentos, o Guarani não conseguiu responder a altura.

Até que aos 18 minutos, o placar foi inaugurado pelos visitantes. Diego Souza fez o pivô na frente da área e recuou para Villasanti. Como a marcação não tentou o desarme, o gremista arriscou chute rasteiro de fora da área e acertou o cantinho. O goleiro Maurício Kozlinski foi tarde na bola.

O Grêmio ainda assustou com Campaz, também em chute rasteiro de fora da área, e Biel, que finalizou de longe, no alto, mas Maurício Kozlinski espalmou.

continua após publicidade

As chances mais perigosas do Guarani só vieram nos minutos finais. Após cobrança de escanteio, Nicolas Careca desviou e assustou. Depois, o time paulista chegou em cobrança de falta. Derlan subiu bem e cabeceou firme para grande defesa de Brenno, que retomou a titularidade após lesão - o posto vinha sendo ocupado por Gabriel Grando.

Na etapa final, o Guarani seguiu buscando o ataque e quase empatou com Eduardo Person. Ele arriscou chute de muito longe e marcaria um golaço se não fosse excelente defesa de Brenno. Apesar do susto, quem marcou novamente foi o Grêmio. Elkeson recebeu lançamento, protegeu bem e tocou para Guilherme, que ligou rápido para Biel. Dentro da área, o atacante não desperdiçou.

O segundo gol foi um baque para o Guarani, que vinha melhor no jogo e buscando o empate. Mesmo assim, os paulistas não se entregaram e conseguiram diminuir com João Victor, que subiu alto e cabeceou firme após cobrança de escanteio, aos 49 minutos. Logo depois, porém, o árbitro apitou e decretou o fim do jogo.

continua após publicidade

O primeiro a voltar a campo pela 23ª rodada é o Grêmio. Na terça-feira, às 19h, recebe o Operário, em sua arena, em Porto Alegre (RS). Na quarta-feira, às 21h30, o Guarani encerra a rodada ao visitar o Criciúma, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

GUARANI 1 X 2 GRÊMIO

GUARANI - Maurício Kozlinski; Diogo Mateus, João Victor, Derlan e Jamerson; Leandro Vilela, Madison (Rodrigo Andrade) e Eduardo Person (Silas); Bruno José (Lucas Venuto), Nicolas Careca (Júlio César) e Yago (Yuri Tanque). Técnico: Mozart Santos.

GRÊMIO - Brenno; Rodrigo Ferreira, Pedro Geromel, Bruno Alves e Nicolas (Diogo Barbosa); Lucas Leiva (Thiago Santos), Villasanti e Campaz (Janderson); Biel, Guilherme (Thaciano) e Diego Souza (Elkeson). Técnico: Roger Machado.

continua após publicidade

GOLS - Villasanti, aos 18 minutos do primeiro tempo. Biel, aos 29, e João Victor aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Sávio Pereira Sampaio (DF).

CARTÕES AMARELOS - Diogo Mateus, Eduardo Person e Júlio César (Guarani).

RENDA - R$ 151.010,00.

PÚBLICO - 4.841 pagantes (5.329 presentes).