Esportes

Fórmula 1 renova contrato e GP dos Estados Unidos continuará em Austin até 2026

Da Redação ·

A Fórmula 1 acertou nesta sexta-feira a prorrogação de contrato para manter o GP dos Estados Unidos, no circuito das Américas, em Austin, no Texas, até 2026. "Construímos esse circuito com um compromisso de longo prazo com o esporte. Todos os lados queriam a renovação e estamos empolgados com o futuro. Tivemos uma primeira década muito boa", disse Bobby Epstein, presidente do autódromo.

continua após publicidade

A pista de Austin foi a primeira construída especificamente para receber corridas de Fórmula 1 nos Estados Unidos e fica localizada a poucos quilômetros da capital do Texas.

Por receber o evento no final da temporada, o GP dos Estados Unidos ganhou uma conotação especial entre os pilotos. O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, por exemplo, conquistou dois campeonatos (em 2015 e em 2019) em Austin.

continua após publicidade

A corrida teve o apoio de mais de US$ 200 milhões (R$ 1.03 bilhão) em fundos públicos. Há uma lei estadual que permite os organizadores a se inscreverem nos principais eventos no Texas. Ainda existe um programa de reembolso para ajudar a pagar a taxa anual de direitos da Fórmula 1. "Criamos uma tradição e ela permanecerá por muito tempo. Não firmamos um contrato muito longo, mas acredito que possamos sediar o evento por pelo menos mais 25 anos", citou Epstein.

CALENDÁRIO - Além da renovação de contrato com o GP dos Estados Unidos, ficou definido também que o país receberá duas corridas até 2016. Em 2022, o GP de Miami, na Flórida, também está incluído no calendário.

"Quero agradecer aos promotores pela dedicação e pelo entusiasmo com a Fórmula 1. Juntos, continuamos a aumentar a empolgação em torno de nosso esporte nos Estados Unidos", falou o italiano Stefano Domenicali, diretor-executivo da F-1.