Esportes

Força defensiva é a arma da Ponte Preta na luta contra o rebaixamento

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Ponte Preta se apega à frase de que "a melhor defesa é o ataque" na luta contra o rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Na sequência invicta de quatro jogos, o time foi vazado apenas uma vez - e de pênalti.

continua após publicidade

"Uma defesa sólida que sofre poucos gols vai acabar deixando você sempre próximo do empate ou de uma vitória e acaba causando uma certa estabilidade para o time. Então acho que um bom sistema defensivo contribui bastante para o time conseguir buscar o que ele almeja", afirmou o goleiro Caíque França.

Apesar de estar na beira da zona de rebaixamento, a Ponte Preta tem a sexta melhor defesa da Série B, ficando atrás apenas dos cinco primeiros colocados: Cruzeiro, Vasco, Bahia, Grêmio e Sport. Em 17 rodadas, o time comandado pelo Hélio dos Anjos foi vazado 14 vezes.

continua após publicidade

A força defensiva ganha ainda mais importância por causa do rendimento ofensivo da Ponte Preta. São apenas dez gols marcados - sendo oito pelo atacante Lucca, artilheiro da Série B ao lado de Gabriel Poveda, do Sampaio Corrêa. O time tem o segundo pior ataque do campeonato.

Hélio dos Anjos, inclusive, ganhou mais um reforço para a defesa. Nesta quarta-feira, a Ponte oficializou a contratação de Mateus Silva, que chega por empréstimo junto ao Cruzeiro até o fim da Série B.

Na 16ª colocação, com 18 pontos, a Ponte volta a campo na sexta-feira, contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, pela penúltima rodada do primeiro turno.