Esportes

Flamengo supera Palmeiras no Maracanã e aumenta tabu

Na estreia do Campeonato Brasileiro, Flamengo e Palmeiras travaram um duelo que vem tomando à frente do futebol do país nos últimos anos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Flamengo supera Palmeiras no Maracanã e aumenta tabu
Flamengo supera Palmeiras no Maracanã e aumenta tabu

Na estreia do Campeonato Brasileiro, Flamengo e Palmeiras travaram um duelo que vem tomando à frente do futebol do país nos últimos anos. Além de disputar a hegemonia na elite, sendo os últimos campeões do torneio nacional e da Copa Libertadores, a rivalidade segue acirrada - e no primeiro jogo da competição não foi diferente.

continua após publicidade

Mas, no detalhe, os cariocas saíram do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, neste domingo, com os primeiros três pontos após a vitória por 1 a 0. Com ela, o Flamengo aumenta a recente invencibilidade contra o Palmeiras para oito jogos sem perder: são quatro vitórias e quatro empates, incluindo a dramática final da Supercopa do Brasil.

O Palmeiras, por sua vez, vinha de 12 jogos sem perder até sucumbir para o São Paulo na final do Campeonato Paulista. E, agora, em mais um duelo contra os cariocas, sai de campo sem a vitória.

continua após publicidade

Marcação cerrada, jogo faltoso e muita correria de ambos os lados. Se o começo da partida pudesse ser resumido em uma frase seria assim. Apesar de o embate entre Flamengo e Palmeiras produzir bastante expectativa sobre um futebol vistoso, considerando o que os times vêm mostrando em suas últimas temporadas, não foi o que aconteceu no Maracanã neste domingo.

Mas o saldo do primeiro tempo pendeu para o lado do Palmeiras, que criou mais chances de gol, principalmente com o atacante Rony, o melhor jogador da equipe até então. O Flamengo chegou bem apenas uma vez, aos 11 minutos, com o atacante Pedro, que, quase sem ângulo perto da pequena área, tentou tirar do goleiro Weverton, mas sem sucesso, ganhando somente um escanteio no lance.

Ele teve o duro trabalho de substituir o atacante Gabriel, a estrela do time que não esteve entre os relacionados por causa de uma indisposição gástrica. Porém, Pedro ficou apagado durante boa parte do jogo até fazer o gol que definiu a vitória, na reta final da partida.

continua após publicidade

O Flamengo, confuso, não conseguia desenvolver jogadas ofensivas que chegassem a dar trabalho para Weverton, o que vem sendo reclamação constante da torcida, que se divide sobre a gestão do técnico Rogério Ceni, mesmo com as conquistas do último Brasileirão, Supercopa do Brasil e do Campeonato Carioca.

Já os visitantes aproveitavam as brechas dos adversários para chegar com perigo ao gol. A chance de ouro para o Palmeiras veio aos 17 minutos em uma linda jogada, que começou com um lançamento de Raphael Veiga para Rony nas costas da defesa flamenguista. O atacante foi para a linha de fundo, pela direita, e cruzou na medida para Luiz Adriano, que chutou à queima-roupa em cima do pé de Diego Alves, que contou com a sorte no lance para defender e evitar o primeiro gol da partida.

Em outros dois lances, Rony participou de forma mais ativa em finalizações. Aos 29 minutos, chegou a balançar as redes, mas estava impedido, e sete minutos depois chutou de fora da área, mas parou novamente em Diego Alves, que espalmou para fora.

continua após publicidade

Na volta do intervalo, o Flamengo acordou na partida e tomou as rédeas, principalmente com maior participação dos responsáveis por armar as jogadas: Éverton Ribeiro, Diego e Arrascaeta. A posse de bola e a troca de passes envolvente criou espaços e o jogo ficou mais aberto para os donos da casa, que chegavam muito bem com as investidas de Bruno Henrique, que fizeram o time conseguir a vitória com a mudança de mentalidade na etapa final.

O único bom lapso do Palmeiras no segundo tempo foi aos 10 minutos, mais uma vez com grandes defesas de Diego Alves em dois lances seguidos de Rony e Matías Viña. Depois disso, o Flamengo pressionou e teve sua melhor chance antes do gol definitivo. Em cobrança de falta, aos 24, Arrascaeta levantou na área e Rodrigo Caio escorou de peixinho, obrigando Weverton a fazer bela defesa.

continua após publicidade

Seis minutos depois veio o gol da vitória, mostrando a grande superioridade que o Flamengo vinha tendo. Bruno Henrique, em velocidade pela esquerda, passou por dois marcadores antes de cruzar para Pedro deixar o seu no Maracanã e garantir os três pontos para os anfitriões. Com um carrinho, o atacante, que não fazia bom jogo, foi oportunista e conseguiu alcançar a bola e mandar para as redes.

O gol deu mais tranquilidade para os donos da casa administrarem o resultado. Já o Palmeiras teve a última chance com Gustavo Scarpa, mas Diego Alves, mais uma vez, salvou o lance e espalmou sem dar rebote. As boas defesas do goleiro, combinadas com um segundo tempo bem melhor do Flamengo, deram à equipe carioca o fôlego necessário para a primeira vitória no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

FLAMENGO 1 x 0 PALMEIRAS

FLAMENGO - Diego Alves; Isla, Willian Arão, Rodrigo Caio e Filipe Luis; Diego (Hugo Moura), Gerson, Arrascaeta (Michael) e Éverton Ribeiro (Vitinho); Bruno Henrique e Pedro (Rodrigo Muniz). Técnico: Rogério Ceni.

PALMEIRAS - Weverton; Luan, Gustavo Gómez, Alan Empereur e Gabriel Menino; Felipe Melo (Danilo), Patrick de Paula (Zé Rafael), Raphael Veiga (Gustavo Scarpa) e Matías Viña (Victor Luis); Rony e Luiz Adriano (Wesley). Técnico: Abel Ferreira.

GOL - Pedro, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo Caio e Vitinho (Flamengo); Patrick de Paula, Matías Viña e Wesley (Palmeiras).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa-RS).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).