Esportes

Flamengo fecha acordo com mais duas famílias das vítimas do incêndio do Ninho

Da Redação ·

O departamento jurídico do Flamengo fechou acordo, nesta quarta-feira com as famílias de Arthur Vinícius e Pablo Henrique, dois dos dez garotos mortos no incêndio ocorrido no Ninho do Urubu, em 8 de fevereiro de 2019. O anúncio foi feito pelo vice-presidente geral e jurídico do clube, Rodrigo Dunshee.

continua após publicidade

As famílias que fecharam acordos, até agora, são dos garotos Samuel, Athila Paixão, Bernardo Piseta, Gedson Santos, Jorge Eduardo, Vitor Isaías, Pablo Henrique e o pai de Rykelmo (a mãe entrou com ação na Justiça). A família de Christian Esmérion também chegou a um acordo, por enquanto.

"O presidente sempre colocou como prioridade absoluta estar próximo a família. Estamos sempre trabalhando em respeito às famílias e os meninos que faleceram. Fechamos com família do Pablo Henrique e do Arthur Vinícius. Conversamos pessoalmente com os pais. Conversei com Edson e Sara e graças a Deus eles entenderam. Cada um tem seu tempo. Eles tem toda razão, de vez em quando, de reclamar do Flamengo, do tempo esperado. Flamengo fechou então oito acordos e meio. Vamos tentar fechar os outros", afirmou Dunshee, no programa Seleção SporTV.

continua após publicidade

Na semana passada, com a redução da pensão de R$ 10 mil para R$ 5 mil, a negociação entre clubes e familiares havia sido suspensa e a ideia da família de Pablo Henrique, era entrar mais uma vez na justiça.