Esportes

Flamengo faz 3 no São Paulo no Maracanã e vence a 1ª no Brasileirão

Da Redação ·

Sufocado pela marcação forte e pela intensidade do Flamengo e com dificuldades para criar e finalizar, o São Paulo perdeu por 3 a 1 no Maracanã, neste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota evidenciou a distância técnica e tática do time de Rogério Ceni em relação a um candidato ao título brasileiro. Foi a primeira derrota da equipe após a boa estreia com triunfo de 4 a 0 sobre o Athletico Paranaense. Por outro lado, foi o primeiro triunfo do time carioca na competição.

continua após publicidade

Entre os poucos destaques de um time que foi dominado no Maracanã está o atacante Calleri, que fez seu quarto gol no torneio e mostrou que vai brigar pela artilharia. O argentino, no entanto, jogou isolado.

A partida marcou o retorno de Ceni ao Maracanã desde a saída conturbada em julho do ano passado. Mesmo vencendo o Brasileirão de 2020, a Supercopa do Brasil e o Campeonato Carioca, o treinador se desgastou com problemas internos e resultados ruins no Brasileirão de 2021. Na primeira vez em que reencontrou o ex-clube, Ceni sofreu uma goleada por 4 a 0 no Morumbi no ano passado. Agora, nova derrota.

continua após publicidade

O São Paulo usou a mesma formação da segunda partida da final do Campeonato Paulista, quando a equipe perdeu o título com uma derrota de 4 a 0 para o Palmeiras. Isso significa que Welington estava na esquerda; Pablo Maia, Nestor e Igor no meio e Eder e Calleri no ataque. A referência faz sentido: no começo do jogo, o time ficou tão pressionado quanto no Allianz Parque. Pressionado, encurralado e sem saída de bola.

Duas falhas da defesa do São Paulo, ambas com Pablo Maia, exigiram grandes defesas de Jandrei antes do cinco minutos de jogo. Na primeira, o volante tocou curto e a bola sobrou para Everton Ribeiro finalizar. Um minuto depois, o goleiro salvou um chute colocado de Gabriel. Os dois lances mostraram como o ritmo intenso e a marcação adiantada do Flamengo causaram problema para o time tricolor.

O time do Rio não perdoou o terceiro erro. Aos 24, Nestor perdeu a bola, e Lázaro lançou para Gabriel abrir o placar. Os pontos altos do lance fora, passe preciso, no timing certo, de Lázaro, substituto de Bruno Henrique, contundido, além da marcação forte, com um volante sempre incomodando os são-paulinos.

continua após publicidade

O placar refletiu a superioridade do Flamengo. Sufocado com a marcação sob pressão, com um meio-campo praticamente inoperante, o São Paulo não conseguiu jogar. Eder e Calleri ficavam isolados e, quando a bola chegava, batia e voltava.

O São Paulo conseguiu o empate na única jogada construída no primeiro tempo. Após cruzamento de Rafinha, Calleri se antecipou ao lateral Rodinei e cabeceou para empatar o jogo. Em um lance, o argentino mostrou sua presença de área e aproveitou a falha de marcação do rival.

Preocupado com o cartão amarelo de Pablo Maia, principal marcador de Arrascaeta, Ceni mudou. Escalou Gabriel Sara exatamente no lugar de Maia. Com isso, Igor Gomes passou a ser o primeiro volante. O time visitante conseguiu ficar mais tempo com a bola nos pés, mas continuou com dificuldades para suportar a pressão do time carioca. Com isso, as defesas de Jandrei também foram recorrentes. A primeira delas aconteceu aos 5, quando o goleiro impediu Arrascaeta de marcar. Aos 21, foi a trave que salvou o São Paulo em cobrança de falta novamente com o uruguaio.

continua após publicidade

Em dois lances, concentrados em quatro minutos, o ataque do Flamengo levou vantagem e abriu 3 a 1 no placar. O segundo gol saiu numa jogada individual de Isla, que driblou Welington e chutou cruzado: 2 a 1. Destaque para grande passe de João Gomes.

Praticamente no lance seguinte, Marinho chutou cruzado e Arrascaeta desviou de cabeça para ampliar a vantagem. Entre os dois gols, o São Paulo teve uma boa chance, com um chute de Nestor que passou raspando. O placar refletiu a diferença daquilo que as duas equipes fizeram no jogo.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 3 X 1 SÃO PAULO

FLAMENGO - Hugo; Rodinei (Isla), Willian Arão, David Luiz e Filipe Luís; João Gomes, Thiago Maia, Everton Ribeiro (Matheus França) e Arrascaeta (Andreas); Lázaro (Marinho) e Gabriel (Pedro). Técnico: Paulo Sousa.

continua após publicidade

SÃO PAULO - Jandrei; Rafinha (Igor), Diego, Léo e Welington (Reinaldo); Pablo Maia (Gabriel Sara), Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Alisson (André Anderson); Eder (Nikão) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Gabriel, aos 24, e Calleri, aos 40 minutos do primeiro tempo. Isla, aos 23, e Arrascaeta, aos 26 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafinha, Gabriel, Pablo Maia, Diego, João Gomes, André Anderson, Reinaldo, Léo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 51.094 pagantes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).