Esportes

Flamengo aposta em rodízio, perde no Sul e patina no Brasileiro

Da Redação ·

O embalo provocado pela boa vitória sobre o São Paulo e a atuação convincente em empate diante do Palmeiras ficou no passado. Neste sábado, em Curitiba, o Flamengo conheceu a sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro, ao ser derrotado pelo Atlético-PR por 1 a 0.

continua após publicidade

Paulo Sousa apostou em um rodízio para preservar alguns titulares, visando o jogo de meio de semana pela Libertadores e pagou caro pela estratégia. Com Gabriel Barbosa, Éverton Ribeiro, David Luís e Filipe Luís no banco, o time teve uma atuação pouco inspirada.

Além de criar poucas oportunidades de gol, a equipe não teve forças para conseguir sair do forte esquema de marcação armado pelo técnico Fábio Carille, que obteve o primeiro triunfo no Brasileiro.

continua após publicidade

Os cariocas se mantém com cinco pontos e o Atlético-PR contabiliza os seus primeiros três pontos. Os dois times voltam a jogar em competições diferentes. O Flamengo na quinta-feira viaja até o Chile onde vai enfrentar a Universidad Católica. Já o Atlético-PR encara o América-MG em Belo Horizonte pelo Brasileiro no final de semana.

O Flamengo iniciou a partida com mudanças significativas na defesa e no ataque. Pablo e Léo Pereira foram as novidades no trio de defesa ao lado de Willian Arão e na frente, Marinho e Pedro atuaram no setor ofensivo.

As alterações mostraram uma postura ousada, com marcação alta para pressionar a saída de bola. A estratégia até que funcionou, mas nesse período, o time carioca criou poucas chances apesar de ter o controle da partida.

continua após publicidade

O Atlético-PR começou a entrar no jogo a partir de uma chance desperdiçada por Cirino, que recebeu um presente de Willian Arão na pequena área, mas não concluiu com sucesso. O duelo ficou mais aberto, Pedro levou perigo em chute da direita, mas foi novamente os donos da casa que ameaçaram em chute de Terans que carimbou a trave do goleiro Hugo.

A torcida sentiu o bom momento e apoiou a equipe. E numa bobeira de Isla, que cometeu pênalti infantil em Cirino, que os paranaenses balançaram a rede. Terans bateu rasteiro no canto: 1 a 0.

Paulo Sousa inverteu o lado de Marinho e Lázaro no ataque e a alteração melhorou a força ofensiva dos cariocas. Pedro aos 38 minutos e Arrascaeta, aos 44, obrigaram Bento a duas boas defesas.

continua após publicidade

Com a necessidade de tornar o time mais criativo, o técnico português sacou o garoto Lázaro e colocou Éverton Ribeiro para ajudar Arrascaeta no meio-campo.

Para superar a forte marcação do Atlético-PR, Paulo Sousa sacou seus dois volantes, João Gomes e Thiago Maia, escalou Andreas para compor o setor e lançou de Gabriel para atuar ao lado de Pedro.

continua após publicidade

O Flamengo passou a chegar com mais facilidade. Em jogada de Marinho pela esquerda, Pedro concluiu para fora. Depois, Léo Pereira se mandou para o ataque, chegou na linha de fundo e obrigou Bento a boa intervenção.

Com o decorrer do segundo tempo, a tônica da partida passou a ser pressão flamenguista e contra-ataque paranaense. Na base do abafa, o Flamengo voltou a pressionar em conclusão de Diego. Andreas também assustou em chute de meia distância, mas Bento estava bem colocado no lance e fez a defesa.

FICHA TÉCNICA:

continua após publicidade

ATLÉTICO-PR 1 X 0 FLAMENGO

ATLÉTICO-PR - Bento, Orejuela (CA) (Pedro Rocha), Pedro Henrique, Matheus Felipe (CA) e Abner Vinícius; Pablo Siles (Christian) (CA), Bryan Garcia, Terans (Marlos) e Canobbio; Vitinho (Lucas Halter) e Marcelo Cirino (Pablo). Técnico: Fábio Carille.

FLAMENGO - Hugo; Willian Arão, Pablo (CA) e Léo Pereira; Isla, João Gomes (Andreas Pereira), Thiago Maia (Gabigol), Arrascaeta e Marinho (CA) (Diego); Lázaro (Éverton Ribeiro) e Pedro. Técnico: Paulo Sousa.

GOL - Terans, aos 31 min do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Felipe, Orejuela, Pablo, Marinho e Christian.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

PÚBLICO E RENDA - não divulgados.

LOCAL - Estádio Arena da Baixada, em Curitiba (PR).