Esportes

Fábio pega pênalti e Fluminense vence o Millonarios, de virada, pela Libertadores

Da Redação ·

O Fluminense estreou na Copa Libertadores de forma altamente positiva, ao vencer o Millonarios, por 2 a 1, de virada, nesta terça-feira à noite no estádio El Campín, em Bogotá, capital da Colômbia. David Braz e Cano marcaram os gols brasileiros e o goleiro Fábio defendeu um pênalti no começo do segundo tempo, quando o jogo ainda estava empatado pela contagem mínima.

continua após publicidade

Agora os brasileiros reencontram o time colombiano na terça-feira, às 21h30, em São Januário, no Rio. Não existe mais o gol qualificado, portanto, o Fluminense vai atuar pelo empate. O Millonarios vai ter que vencer por dois gols de diferença ou, então, vencer PR um gol de diferença e levar a definição da vaga para os pênaltis.

No sábado de carnaval, o time tricolor defenderá a liderança da Taça Guanabara diante do Vasco, a partir das 17 horas, no Engenhão, pela nona rodada. E pode chegar à sua oitava vitória consecutiva na competição.

continua após publicidade

O Millonarios se aproveitou do fator casa para abrir o placar logo aos seis minutos. Montero deu ligação direta e viu Cristiano falhar e Eduardo Sosa dar belo drible de corpo para ficar de frente para o goleiro Fábio. Ele encheu o pé para fazer 1 a 0.

O jogo parecia controlado pelo time colombiano até o próprio Eduardo Sosa acertar uma cotovelada no rosto de Willian e ser expulso aos 18 minutos. Com um a mais, o Fluminense começou a ganhar volume de jogo, mas perdeu Fred por conta de uma lesão muscular aos 34 minutos. Cano entrou.

Apesar de ficar sem seu artilheiro, o Fluminense continuou em cima e empatou aos 42 minutos. Yago arriscou de fora da área, Montero falhou e jogou nos pés de Luiz Henrique, que chutou em direção a David Braz, que só empurrou para o gol. No último minuto, quase que Luiz Henrique virou o placar.

continua após publicidade

O Fluminense voltou no segundo tempo com Arias no lugar de Willian. Mas logo aos dois minutos, Yago Felipe derrubou Ruiz na grande área e cometeu o pênalti. Os brasileiros reclamaram muito, porém, não teve mudança. Na cobrança de David Silva, o experiente goleiro Fábio fez a defesa e o zagueiro David Braz aliviou no rebote.

Depois de alguns minutos de pressão, o técnico Abel Braga abandonou o esquema com três volantes tirando Felipe Melo para a entrada de Paulo Henrique Ganso. Mas o jogo ficou equilibrado. Depois Martinelli entrou no lugar de Yago Felipe, que deixou o campo exausto. O Fluminense ganhou mais toque e força.

O gol da virada saiu aos 31 minutos, quando Martinelli acionou Luiz Henrique e este deu de bandeja para o complemento de Cano. Virada tricolor. Curiosamente, Cano já tinha marcado sete gols em cima do time colombiano quando atuava pelo Indepediente Medellin.

continua após publicidade

Aos 34 minutos, Luiz Henrique desperdiçou o terceiro gol, ao sair na frente do goleiro e tentar por cobertura. A bola, porém, bateu na parte de trás da rede. Além disso, o time soube valorizar a posse de bola dentro do campo defensivo do time da casa. Aos 45 minutos quase que Cano ampliou, quando passou pelo goleiro e perdeu o ângulo e depois tentou por cobertura, mas mandou para fora.

FICHA TÉCNICA

continua após publicidade

MILLONARIOS 1 X 2 FLUMINENSE

MILLONARIOS - Montero; Román (Perlaza), Llinás, Vargas e Bertel; Vásquez (Richard Cellis), Vega, Ruiz Rivera (Guerra), Eduardo Sosa e David Silva (Juan Pereira); Herazo. Técnico: Alberto Gamero.

FLUMINENSE - Fábio; Nino, Felipe Melo (Ganso) e David Braz; Calegari, Yago Felipe (Martinelli), André e Cristiano (Pineida); Luiz Henrique, Fred (Cano) e Willian (Arias). Técnico: Abel Braga.

continua após publicidade

GOLS - Eduardo Sosa, aos seis, e David Braz, aos 42 minutos do primeiro tempo. Cano aos 31 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Darío Herrera (ARG).

CARTÕES AMARELOS - Eduardo Sosa e Llinás (Millonarios). Calegari, David Braz e Felipe Melo (Fluminense).

CARTÃO VERMELHO - Eduardo Sosa (Millonarios).

LOCAL - Estádio El Campín, em Bogotá (COL).