Esportes

Eriksen é anunciado pelo Manchester United: 'Aqui é o lugar perfeito para mim'

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O meio-campista Christian Eriksen, protagonista de uma história comovente no futebol ao sofrer uma parada cardíaca em campo, foi anunciado nesta sexta-feira como reforço do Manchester United. Após conquistar os torcedores do Brentford, clube que abriu as portas para seu retorno aos gramados, em uma marcante passagem de seis meses, o dinamarquês de 30 anos assinou contrato válido até 2025 com o time de Old Trafford.

continua após publicidade

Em entrevista ao site oficial do United, Eriksen falou que uma de suas principais motivações para aceitar a oferta foi a oportunidade de trabalhar com Erik Ten Hag, treinador contratado para tentar recolocar o time no caminho das glórias na temporada 2022/2023.

"Vi o trabalho de Erik no Ajax e conheço o nível de detalhes e preparação que ele e sua equipe entregam todos os dias. É bastante claro que ele é um treinador fantástico. Depois de conversar com ele e entender mais sobre sua visão e a maneira como ele quer que o time jogue, estou ainda mais animado com o futuro. Ainda tenho grandes ambições, há muito que sei que posso alcançar, e este é o lugar perfeito para continuar minha jornada."

continua após publicidade

O meia tem em comum com Ten Hag o fato de também ter trabalhado no Ajax, equipe na qual começou sua carreira de jogador, antes de se transferir para o Tottenham, em 2013. Após sete anos em Londres, foi contratado pela Internazionale de Milão em 2020, um ano antes de viver um episódio que chocou o mundo do futebol.

Em junho de 2021, Eriksen sofreu uma parada cardíaca enquanto defendia a seleção dinamarquesa em duelo com a Finlândia, na Eurocopa. Depois de cerca de 15 minutos de atendimento em campo para ressuscitá-lo, o jogador saiu do campo de maca, auxiliado por um balão de oxigênio e foi levado a um hospital.

Toda a jornada vivida pelo dinamarquês colocou olhares atentos em cima dele. Depois de se recuperar do mal súbito, passou por uma cirurgia para colocar um cardioversor desfibrilador implantável (CDI), destinado à regulação da frequência cardíaca. Como o uso do aparelho não é permitido no futebol italiano, precisou aceitar um acordo com a Inter de Milão, clube ao qual pertencia na época, e teve o contrato rescindido em dezembro de 2021.

Então, no final de janeiro de 2022, o meia foi anunciado como reforço do Brentford, com um contrato curto válido até 30 de junho. Em seu quarto jogo, no início de abril, marcou o primeiro gol pelo clube em uma partida inesquecível para os torcedores: a goleada por 4 a 1 sobre o Chelsea, no Stamford Bridge. Foi o único gol dele em 11 jogos. De qualquer forma, teve boas atuações e contribuiu com quatro assistências. Com Eriksen em campo, o Brentford perdeu apenas duas partidas, empatou outras duas e venceu sete.