Esportes

Emma Raducanu anuncia que mudará de técnico duas semanas após conquistar US Open

Da Redação ·

Emma Raducanu surpreendeu o mundo do tênis ao conquistar o US Open, há duas semanas, vindo do qualificatório e sem perder nenhum set no Grand Slam dos Estados Unidos. O título a colocou no 22° lugar do ranking e a proporcionará disputar mais competições em alto nível, o que a obrigou a dispensar o técnico Andrew Richardson nesta sexta-feira, em busca de alguém "mais experiente."

continua após publicidade

O treinador havia dirigido a jovem inglesa de 18 anos no Bromley Tennis Center e foi escolhido para acompanhá-la na viagem aos Estados Unidos por causa da familiaridade deles. Raducanu acrescentou que ainda não tem ninguém em mente, mas Darren Cahill deve ser seu novo treinador após romper com Simona Halep.

"Onde eu estava depois de Wimbledon? Estava classificada em torno de 200 do mundo e na época eu pensei que Andrew seria um ótimo treinador, então fomos para os Estados Unidos, mas nunca sonhei em ganhar o US Open e ter a campanha que fiz. Agora estou em 22º lugar no ranking mundial, o que é uma loucura para mim", afirmou a jovem, antes de explicar os motivos para o fim da parceria.

continua após publicidade

"Neste estágio da minha carreira e jogando contra as melhores jogadoras do mundo, percebi que realmente preciso de alguém agora que tenha experiência do WTA Tour em altos níveis, o que significa que estou procurando alguém que já esteve nesse nível e sabe o que é preciso", enfatizou.

"Especialmente porque sou muito nova nisso, realmente preciso de alguém para me guiar e que já passou por isso", completou. Raducanu foi campeã do US Open após superar a canadense Leylah Fernandez na decisão. Ele disputou 10 jogos no último Grand Slam do ano e fez 2 a 0 em todos, para quebrar um jejum de 44° anos sem títulos de britânicas na torneio.