Esportes

Embarque do Guarani tem protesto e tiro para o alto disparado por segurança

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O embarque da delegação do Guarani para Manaus, local da partida contra o Vasco da Gama, nesta quinta-feira, pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, foi marcado por muita tensão. Em meio a protestos de torcedores, houve até um tiro para alto disparado por um segurança.

continua após publicidade

Membros de uma torcida organizada estiveram na noite da última terça-feira no Brinco de Ouro da Princesa para conversar com dirigentes enquanto a delegação se preparava para deixar o estádio com destino ao Aeroporto de Viracopos.

O protesto era pacífico, mas um segurança do clube se sentiu acuado e, na tentativa de dispersar os torcedores, disparou um tiro para o alto, como mostra um vídeo compartilhado nas redes sociais. Na manhã desta quarta, o Guarani emitiu uma nota sobre o caso e afirmou que ninguém ficou ferido.

continua após publicidade

"O Guarani Futebol Clube vem à público informar que vai apurar os fatos ocorridos na noite de terça-feira (17) durante a saída da delegação no Estádio Brinco de Ouro para o Aeroporto de Viracopos, onde embarcou rumo a Manaus. Um grupo de torcedores invadiu o estádio e chegou à área de acesso dos atletas ao ônibus para realizar um protesto", diz o início da nota.

"Durante o episódio, foi registrado o incidente envolvendo um dos seguranças do clube. O Guarani tem ciência da gravidade do fato, lamenta o acontecido e tomará as medidas cabíveis. Após o ocorrido, o policiamento foi acionado e não foi registrado mais nenhum problema. Também não houve feridos", finaliza.

FASE RUIM NA SÉRIE B

continua após publicidade

Na zona de rebaixamento da Série B do Brasileiro, o Guarani vem de três empates seguidos e é o 17º colocado, com sete pontos. O clube ainda não definiu o substituto do técnico Daniel Paulista, demitido há duas semanas.

Para aumentar a revolta dos torcedores, o Guarani mandou o jogo contra o Vasco da Gama para a Arena da Amazônia, em Manaus, porque o gramado do Brinco de Ouro da Princesa está passando por reforma.

Assim como aconteceu nos empates com Ponte Preta e Tombense, o Guarani será comandado interinamente pelo auxiliar fixo Ben-Hur Moreira. A novidade na lista dos relacionados é o zagueiro Leandro Castán, afastado há mais de um mês por conta de um problema muscular.