Mais lidas

    Esportes

    Esportes

    Em Miami, Luisa Stefani vence de virada em duplas e fará maior final da carreira

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 02.04.2021, 23:29:00 Editado em 02.04.2021, 23:34:49
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A tenista brasileira Luisa Stefani conseguiu nesta sexta-feira o maior resultado, até o momento, de sua carreira profissional. Ao lado da habitual parceira, a americana Hayley Carter, a paulista avançou à final da chave de duplas do WTA 1000 de Miami, disputado em quadras rápidas nos Estados Unidos, ao bater de virada a canadense Gabriela Dabrowski e a mexicana Giuliana Olmos por 2 sets a 1 - parciais de 2/6, 6/3 e 10 a 8 no match tie-break, após 1 hora e 18 minutos.

    Com o resultado positivo, Stefani e Carter disputarão a final mais importante da parceria. Elas já venceram dois WTA 250 - em Tashkent, no Usbequistão, em 2019, e em Lexington, nos Estados Unidos, em 2020 -, além de terem alcançado outras quatro decisões.

    Nesta temporada, a brasileira e a americana já foram vices nos WTA 500 de Abu Dabi, nos Estados Unidos, e de Adelaide, na Austrália. Stefani também tem uma final de nível 500, justamente ao lado de Dabrowski, no fim do ano passado em Ostrava, na República Checa.

    Na decisão deste domingo, as rivais serão as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara, que superaram a forte parceria da americana Bethanie Mattek-Sands, ex-número 1 de duplas, com a polonesa Iga Swiatek, atual campeã de simples em Roland Garros. Elas venceram de virada por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 7/6 (7/4) e 10 a 2 no match tie-break.

    Aoyama e Shibahara já venceram dois WTA 500 neste início de temporada - em Melbourne, na Austrália, e em Abu Dabi, justamente sobre Stefani e Carter. As japonesas também foram algozes no Aberto da Austrália e em Roland Garros, enquanto que a brasileira e a americana ganharam no US Open.

    MASCULINO - Pelo segundo dia seguido, o polonês Hubert Hurkacz surpreendeu um Top 10 e garantiu vaga na final do Masters 1000 de Miami. Um dia depois de ter eliminado grego Stefanos Tsitsipas, o número 5 do mundo, nas quartas de final, superou o oitavo colocado Andrey Rublev. O tenista de 24 anos e 37.º do ranking da ATP fez 2 sets a 0, com as parciais de 6/3 e 6/4, no rival russo.

    Hurkacz segue sem perder para Rublev no circuito profissional, já que também havia levado a melhor no Masters 1000 de Roma, na Itália, no ano passado. O polonês também comemora a sétima vitória da carreira contra um Top 10. Durante a campanha para a final em Miami, também derrotou os canadenses Denis Shapovalov e Milos Raonic, números 11 e 19 do ranking, e também o americano Denis Kudla.

    Hurkacz tem dois títulos de ATP - o primeiro foi conquistado em 2019 em Winston-Salem e o segundo no início deste ano em Delray Beach, ambos nos Estados Unidos. Seu adversário na final deste domingo será o italiano Jannik Sinner, promissor atleta de 19 anos e 31.º do ranking, que bateu de virada o espanhol Roberto Bautista Agut, número 12 do mundo, por 2 sets a 1 - parciais de 5/7, 6/4 e 6/4. O confronto entre eles é inédito no circuito profissional.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Esportes

    Deixe seu comentário sobre: "Em Miami, Luisa Stefani vence de virada em duplas e fará maior final da carreira"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.