Esportes

Em jogo de três pênaltis, Fortaleza vence, termina no G-4 e rebaixa o Bahia

Da Redação ·

Em jogo marcado pelos pênaltis, o Fortaleza venceu, de virada, o Bahia por 2 a 1, nesta quinta-feira à noite, na Arena Castelão, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Os três gols da partida foram marcados de pênalti. Rodriguinho abriu o placar para o Bahia e Wellington Paulista e Yago Pikachu anotaram para o Fortaleza. Mais de 50 mil torcedores lotaram o Castelão, que viveu uma noite de festa.

continua após publicidade

Com a vitória, o Fortaleza terminou no G-4, graças a sua vitória e a derrota do Corinthians para o Juventude por 1 a 0. O time cearense finalizou sua melhor participação na história do Brasileiro com 58 pontos, na quarta colocação. O resultado rebaixou o Bahia, que precisava da vitória. Com 43 pontos na 18.ª posição, o bicampeão brasileiro (1959 e 1988) fará companhia ao Grêmio, Sport e Chapecoense na Série B em 2022.

Como era de se esperar, o Fortaleza comandou as ações ofensivas desde o início do jogo. Com mais intensidade, o time cearense encurralava o Bahia, mas não conseguia transformar o domínio em lances de gol.

continua após publicidade

O Bahia melhorou após os 15 minutos e começou a agredir o Fortaleza. Aos 18, após cruzamento de Rodriguinho, o goleiro Marcelo Boeck saiu mal e quase o time baiano abriu o placar. Um minuto depois, o goleiro do Fortaleza falhou novamente e cometeu pênalti. Ao tentar socar a bola, ele atingiu a cabeça de Gilberto. Enquanto o artilheiro era atendido, Rodriguinho cobrou forte no canto esquerdo e colocou o Bahia na frente. Aos 26, Gilberto fez o segundo, mas a arbitragem assinalou impedimento.

No final, aos 48, Yago Pikachu foi derrubado por Matheus Bahia e após consulta ao VAR, o árbitro marcou pênalti. Wellington Paulista cobrou com firmeza e empatou.

Nos primeiros 15 minutos do segundo tempo, os dois times procuraram o ataque, mas sem objetividade levaram pouco perigo aos goleiros adversários.

continua após publicidade

Após os 25, criaram boas chances. Aos 26, Raí Nascimento saiu na cara do goleiro, mas demorou para finalizar e Éderson salvou o Fortaleza.

Um minuto depois, Igor Torres exigiu grande defesa de Danilo Fernandes. Aos 29 minutos, David chutou e a bola desviou no braço de Conti. Após consulta ao VAR, o pênalti foi assinalado. Yago Pikachu cobrou deslocando o goleiro e fez o segundo gol. O Bahia tentou até o final o empate, mas não conseguiu e vai disputar a Série B em 2022.

FICHA TÉCNICA:

continua após publicidade

FORTALEZA 2 x 1 BAHIA

FORTALEZA - Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Felipe (Éderson), Matheus Vargas (Lucas Lima) e Matheus Jussa; Osvaldo, David (Depietri) e Wellington Paulista (Igor Torres). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

continua após publicidade

BAHIA - Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Ronaldo César), Edson (Rodallega) e Rodriguinho (Daniel); Juninho Capixaba (Lucas Mugni), Raí Nascimento e Gilberto. Técnico: Guto Ferreira.

GOLS - Rodriguinho (pênalti), aos 15, e Wellington Paulista (pênalti), aos 51 minutos do primeiro tempo. Yago Pikachu (pênalti), aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Osvaldo, Marcelo Boeck e Matheus Vargas (FORTALEZA); Raí Nascimento (BAHIA).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).